Publicidade

Desfecho

Halloween Kills: Explicamos o final de O Terror Continua

Filme termina de forma chocante para fãs de Laurie Strode e Michael Myers

Publicado por Bruno Tomé

15/10/2021 18:00

Alerta de spoilers

Halloween Kills: O Terror Continua termina com a morte brutal de Karen (Judy Greer). O desfecho mostra que Michael Myers fica olhando para o próprio reflexo dentro do quarto, respondendo uma pergunta do começo do terror.

A sequência do Halloween de 2018 segue diretamente a noite de Dia das Bruxas desse filme. A história começa com o policial Hawkins (Will Patton) sendo encontrado ferido.

Em um flashback, os fãs descobrem que Hawkins estava envolvido na noite de Halloween de 1978, no primeiro ataque de Michael Myers. O assassino em série é parado após um tiro errado do oficial, que mata o colega dele.

No fim, o desfecho de Halloween Kills: O Terror Continua é conectado diretamente com esse primeiro arco do filme.

Explicando o final de Halloween Kills: O Terror Continua

Um grupo liderado por Tommy Doyle (Anthony Michael Hall) decide acabar com Michael Myers. Após uma luta na casa dos Myers, que leva a morte de Loonie (Robert Longstreet) e o filho, o assassino é emboscado.

O homem, que é o garoto sobrevivente da noite do Dia das Bruxas de 1978, surra Michael Myers junto com um grupo de cidadãos revoltados. Karen, inclusive, dá uma facada nas costas do monstro.

O que ninguém faz, e pode levantar muitas perguntas, é atirar na cabeça do assassino. Quando Brackett (Charles Cyphers) faria isso, para vingar o assassinato da filha (a babá morta em 1978), Michael Myers se levanta e começa a matar todos.

Sem imaginarem, Allyson (Andi Matichak) e Karen, neta e filha de Laurie Strode (Jamie Lee Curtis), seguem na frente da casa dos Myers. Isso leva Karen a subir ao segundo andar após ver a imagem de uma mulher na janela (supostamente a irmã morta do assassino). Lá, ela é atacada por ele.

Esse desfecho de Halloween Kills: O Terror Continua tem dois possíveis objetivos. Um, como citado, é conectado com o começo do terror, enquanto o outro é preparar a sequência Halloween Ends, já confirmada.

O significado do final de Halloween Kills: O Terror Continua

No começo do filme, o policial morto por Hawkins pensava que Michael Myers gostava de ficar olhando pela janela para ver se algo acontecia na parada Haddonfield. O fim de Halloween Kills: O Terror Continua responde essa pergunta.

O assassino ficava olhando para o próprio reflexo. Nesse olhar para dentro se esconde a motivação para o personagem matar.

Ao mesmo tempo que o arco final acontece, Laurie Strode e Hawkins chegam a uma conclusão no hospital. O medo e as mortes deixam Michael Myers mais poderoso, como um mal que cresce.

Em Halloween Ends, essa motivação e essa explicação sobre o que é Michael Myers devem ser abordadas. Além disso, o filme parece preparar uma batalha final entre a cidade contra o assassino.

Halloween Kills prepara esse clima e com mais mortes, os cidadãos devem se voltar a meios mais fortes para tentar parar Michael Myers. A morte de Karen coloca Laurie de novo no centro da ação.

A protagonista deve se juntar com Hawkins, o policial, como revela no final, carrega o arrependimento de ter evitado a morte de Michael Myers.

O grupo do terceiro filme dessa saga deve contar ainda com Allyson, Lindsey (Kyle Richards) e os policiais Barker (Omar Dorsey) e Graham (Brian F. Durkin). A chacina da parte final deve ser a grande motivação para o envolvimento das autoridades, que tentam evitar a mobilização popular no segundo longa.

Halloween Kills: O Terror Continua está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Publicidade