Publicidade

Rumor

Netflix é acusada de mudar voz de Ana De Armas em filme de Marilyn Monroe

Antes, Blonde teria passado por edição por cenas de sexo chocantes

Publicado por Bruno Tomé

13/10/2021 21:30

Blonde, filme sobre a história de Marilyn Monroe na Netflix, segue levantando rumores polêmicos. Dessa vez, a página DeuxMoi afirma que a voz de Ana de Armas, de 007: Sem Tempo Para Morrer, será cortada de todas versões do longa.

O rumor é de que a Netflix não teria ficado satisfeita com o sotaque da atriz de 007: Sem Tempo Para Morrer. Com isso, uma dubladora teria sido contratada para trabalhar até mesmo na versão original de Blonde.

A página de fofocas publicou que Blonde, que seria cotado para o Oscar, não deve ser considerado para disputa. O primeiro motivo seria a dublagem supostamente feita em Ana de Armas, que “não estaria soando como Marilyn Monroe”.

Além disso, o rumor volta a afirmar que o filme da Netflix terá cenas pesadas de sexo, envolvendo sangue e abusos. A página adianta que fãs de Marilyn Monroe devem odiar o projeto, uma vez que estaria “parecendo sem sentido e apenas explorando a imagem de Marilyn sem um bom motivo”.

O mesmo rumor diz que não se surpreenderá se o filme for lançado de forma silenciosa por ser “incrivelmente gráfico, com nudez gratuita e cenas de abuso que não tem ligação com a trama”. A história de Blonde, como alega o rumor, também não seria baseada na vida real da atriz, mas apenas a usaria como uma personagem em uma trama fictícia.

A Netflix e os produtores do filme estrelado por Ana de Armas não se pronunciam. Por enquanto, essas informações não passam de um rumor.

A história que Blonde pode ter na Netflix

Com direção de Andrew Dominik, as filmagens de Blonde começaram em agosto de 2019, depois da Netflix ter comprado o longa-metragem.

O elenco é completado por Adrien Brody, Bobby Cannavale, Sara Paxton, Julianne Nicholson, Rebecca Wisocky e Toby Huss.

O filme da Netflix explora a vida de Marilyn Monroe como um ícone da sociedade, mas também mostra as dificuldades da vida dela, envolvendo o abuso sexual sofrido e assédio.

O diretor previamente expressou o desejo dele em mostrar a Marilyn Monroe conhecida pelo público contra a que somente os mais íntimos conheceram.

Blonde estreia em 2022, ainda sem data específica definida pela Netflix.

Publicidade