Ninguém Sai Vivo: Final original é melhor que o de filme da Netflix

Livro que inspira o longa tem um desfecho bem diferente

Publicado em 05/10/2021 21:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Muitos assinantes não sabem, mas o mais novo hit de terror da Netflix é baseado em um livro. A trama de Ninguém Sai Vivo é uma adaptação da obra de mesmo nome, escrita por Adam Nevill. Como é de praxe em adaptações de livros para o cinema, Ninguém Sai Vivo modifica algumas partes da história, inclusive o final.

Ninguém Sai Vivo acompanha a história de Ambar – vivida por Cristina Rodlo – uma jovem mexicana que embarca em uma difícil jornada em busca do Sonho Americano, após passar anos cuidando da mãe doente.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após encontrar um subemprego em uma confecção, a protagonista consegue alugar o quarto mais barato em uma hospedaria dilapidada. Em sua primeira noite, Ambar começa a ouvir estranhos sons vindos dos outros quartos – e desconfia que algo terrível está escondido no porão da residência.

Veja abaixo a diferença entre o final original de Ninguém Sai Vivo e o desfecho do filme da Netflix.

O final de Ninguém Sai Vivo na Netflix

No final do filme, Ambar tenta escapar da casa, mas eventualmente é atraída de volta por Red, com a promessa de reembolsar seu depósito.

Mas ao invés de ganhar seu dinheiro de volta, a protagonista é levada por Red para o porão da casa, onde são realizados os sacrifícios. Ambar seria morta como tributo para uma criatura que se assemelha a uma mistura de aranhas e mariposas, com um rosto parecido com uma máscara veneziana.

Ambar consegue sair do transe e corta a garganta de Becker. A protagonista percebe que Beto foi assassinado muito antes de “aparecer” no porão, e decide sacrificar Red para o monstro.

O momento mais confuso do filme acontece em sua última cena. Com o tornozelo quebrado, Ambar sai mancando da hospedaria. Ela vê Red em outro cômodo da casa, mas Ninguém Sai Vivo não estabelece se a aparição é um fantasma.

Nesse momento, Ambar coloca o tornozelo de volta no lugar e parece controlar os movimentos de uma mariposa com sua mente. Ou seja, o filme deixa que os espectadores tirem suas próprias conclusões sobre o destino de Ambar: se ela está no controle ou está sendo controlada pela entidade.

O desfecho original de Ninguém Sai Vivo

Diferente da adaptação, o final original de Ninguém Sai Vivo é bem mais direto e estruturado. O livro revela exatamente o que acontece com a protagonista – que se chama Stephanie na obra literária.

Stephanie confronta os donos da hospedaria e se envolve em uma luta mortal com os dois. A protagonista leva a melhor, e consegue matar ambos.

No desfecho do livro, Stephanie vende sua história para a imprensa – evitando citar a participação da entidade Black Maggie (que é a vilã do livro, diferente da deusa asteca usada no filme da Netflix) – e consegue dinheiro suficiente para comprar uma mansão.

Mesmo levando uma vida de ricaça, Stephanie continua a sofrer com insônia, e teme que o mal ancestral a atinja em algum momento.

Ou seja, o livro termina com um final bastante agridoce. Stephanie consegue o que queria, mas nem isso oferece felicidade à protagonista.

Já no filme da Netflix, tudo indica que a protagonista Ambar termina a história como a nova sacerdotisa da misteriosa deusa asteca que recebe os sacrifícios.

Ninguém Sai Vivo está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio