Publicidade

Dois lados

Robert Downey Jr revela gratidão a ator que o acusou de traição em Homem de Ferro

Terrence Howard afirma que só foi demitido da Marvel por causa de astro de Tony Stark

Publicado por Bruno Tomé

26/10/2021 21:00

Terrence Howard foi demitido após o primeiro Homem de Ferro e chegou a acusar Robert Downey Jr., o Tony Stark da Marvel, de traição – o que teria levado a saída dele. Agora, o astro do MCU se mostra grato ao ex-colega justamente pelo papel do herói de Vingadores.

O livro The Story of Marvel Studios: The Making of the Marvel Cinematic Universe confirma uma parte da história contada por Terrence Howard. O ator foi o primeiro James Rhodes, o Máquina de Combate, do MCU – papel que depois foi para Don Cheadle.

Quando deixou o papel, Howard chegou a afirmar em entrevistas que foi ele quem levou Robert Downey Jr. para Homem de Ferro. Mas, que a pedida salarial do astro de Vingadores para sequência fez com que o ator fosse demitido como Rhodey.

No livro, Robert Downey Jr. expressou gratidão ao antigo colega da Marvel. O astro de Homem de Ferro, inclusive, não tocou na polêmica da saída do ator do MCU.

“Eu vou voltar ao primeiro dia e expressar gratidão para Terrence Howard (nosso Rhode original), que foi fundamental para minha escalação”, relembrou Robert Downey Jr. no livro da Marvel.

O ator, por enquanto, não respondeu o ex-colega de Homem de Ferro.

Ator deu versão sobre saída em entrevista polêmica

Terrence Howard interpretou James Rhodes, o Máquina de Combate, no primeiro filme do Homem de Ferro. A performance do ator foi elogiada, e sua substituição no segundo filme causou a maior polêmica.

Após a divulgação do sucesso financeiro do filme, o ator se surpreendeu com uma redução considerável em seu salário para a sequência, além de uma diminuição na importância de seu personagem.

Ele se recusou a participar do filme e foi substituído por Don Cheadle, que interpreta o herói até hoje.

O que muitos fãs não sabem é que Robert Downey Jr. foi um dos responsáveis pela demissão de Terrence Howard.

Enquanto Tony Stark e James Rhodes representavam um time perfeito nas telas, a situação era bem diferente nos bastidores. Robert Downey Jr. já havia se queixado do comportamento supostamente “difícil” de Terrence Howard no set, e chegou a interferir na negociação do salário do ator.

Por sua performance em Homem de Ferro, Howard recebeu 4,5 milhões de dólares. Na sequência, o salário deveria subir para 8 milhões. No entanto, o eterno Tony Stark tinha outros planos para o orçamento do longa.

“Eles me disseram que pagariam apenas 1/8 do que havíamos combinado no contrato, pois achavam que o filme faria sucesso com ou sem a minha presença. Liguei para meu ‘amigo’, aquele que eu ajudei na escalação do primeiro filme, e ele me ignorou por três meses”, contou Howard.

O “amigo” referenciado pelo astro de Empire é o próprio Robert Downey Jr., que usou a redução do salário de Howard para aumentar os próprios rendimentos.

A estratégia do Homem de Ferro deu certo, e Downey Jr. terminou a sequência com um pagamento de 10 milhões de dólares.

Em uma entrevista meses após a substituição, Howard afirmou que adorava Don Cheadle e estava feliz com a escalação do amigo. Porém, mandou um recado para a Marvel: “Eles que se f*dam”.

Os filmes do Homem de Ferro e da Marvel estão no Disney+.

Clique aqui para assinar o Disney+ e ver os filmes da Marvel.

Publicidade