Publicidade

Fãs querem saber

A verdade sobre os Ovos de Cleópatra de Alerta Vermelho

Explicado se os tesouros do filme da Netflix existem na vida real

Publicado por Alexandre Guglielmelli

14/11/2021 18:30

Em Alerta Vermelho, o mais novo sucesso da Netflix, os protagonistas de The Rock, Ryan Reynolds e Gal Gadot viajam pelo mundo em busca de valiosos artefatos: os Ovos de Cleópatra. Quem já conferiu a trama do longa quer saber: esses tesouros são reais? O site Newsweek explicou tudo que os fãs precisam saber; confira abaixo.

“Embora muitos conheçam a trágica história de amor de Antônio e Cleópatra, poucos sabem da história do tesouro mais valioso da época”, afirma o narrador do filme, que diz também que o general romano presentou a imperatriz egípcia com os Ovos na noite de núpcias.

O filme afirma que os dois primeiros ovos foram encontrados no Cairo, em 1907, e com isso, os personagens de Dwayne Johnson e Ryan Reynolds passam grande parte de Alerta Vermelho tentando encontrar o terceiro exemplar – mantê-lo longe da ladra The Bishop, interpretada por Gal Gadot.

Como a introdução do filme é narrada à lá documentários do History Channel, muitos espectadores ficaram em dúvida sobre a veracidade dos artefatos.

Os Ovos de Cleópatra em Alerta Vermelho existem na vida real?

Segundo o site Newsweek, os Ovos de Cleópatra não são tesouros históricos reais, e nem foram baseados em artefatos verdadeiros. Na verdade, os itens foram criados justamente para o filme da Netflix.

De acordo com o produtor Hiram Garcia, quando o filme ainda era alvo de uma luta entre estúdios pelos direitos de lançamento, muitos executivos acreditaram que o tesouro era algo real.

“No final das reuniões, alguém sempre dizia que ‘não tinha ideia sobre esses Ovos da Cleópatra’, e com muito bom humor, o diretor respondia ‘Oh, eu só inventei isso!’. Foi uma história muito bem produzida, mas completamente inventada”, comentou o produtor.

O visual dos Ovos de Cleópatra é inspirado pelos opulentos Ovos Fabergé, tesouros luxuosamente decorados produzidos na Europa entre 1885 e 1917.

Embora Alerta Vermelho aposte em uma narração profissional para emprestar um grau maior de realidade aos tesouros, o mesmo esforço não se repete no design dos Ovos, que apresenta inúmeras diferenças em relação aos artefatos do Egito Antigo.

Na vida real, Cleópatra e Marco Antônio eram fãs de presentes luxuosos. Uma edição recente da National Geographic detalha o banquete luxuoso que a imperatriz egípcia preparou para o primeiro encontro com o general romano.

A publicação afirma que a rainha decorava o hall de banquetes com ouro e pedras preciosas, além de produzir sofás caríssimos para os homens de Marco Antônio.

Outros presentes da história do casal não poderiam ser roubados nem mesmo por Nolan Booth e a habilidosa Bishop. Marco Antônio, por exemplo, ofereceu a Cleópatra uma parte considerável da costa do Mediterrâneo, onde hoje em dia se encontra a Turquia.

Alerta Vermelho está disponível na Netflix.

Publicidade