Publicidade

Teoria

Army of the Dead: Revelado quem pode ser o líder dos zumbis

Invasão em Las Vegas tem sugestão reforçada com Exército de Ladrões

Publicado por Bruno Tomé

17/11/2021 10:30

Alerta de spoilers

Exército de Ladrões: Invasão da Europa reforça na Netflix que Army of the Dead: Invasão em Las Vegas se passa em um loop temporal. Com a origem dos cofres, uma popular teoria é reforçada, indicando que Vanderohe é na verdade o zumbi alfa, Zeus.

Como se sabe, Vanderohe é um dos únicos sobreviventes de Army of the Dead. Porém, quando ele consegue um avião, ele nota que foi mordido e está se transformando.

Por conta do loop temporal, uma forte teoria sobre a franquia da Netflix traz a sugestão. Os indicativos, inclusive, teriam sido deixados durante o primeiro filme de Army of the Dead.

Logo nos créditos, o nome do ator de Vanderohe, Omari Hardwick, é posicionado junto com uma estátua do deus grego Zeus, que estava em Las Vegas. Depois, há o fato de Vanderohe sobreviver à explosão da cidade.

Para passar intacto pela bomba nuclear, o personagem já estava em mutação. E se ele não foi mordido por um alfa, o sobrevivente de Army of the Dead pode ter transformado o vírus zumbi com a radiação, criando o ser poderoso que é Zeus.

Além disso, há outros dois argumentos fortes que alimentam essa teoria de Vanderohe ser na verdade Zeus no universo de Army of the Dead.

Zeus não é o verdadeiro vilão de Army of the Dead

No podcast Vodka Stream, Zack Snyder, criador dos filmes de Army of the Dead, afirmou que Zeus não é o verdadeiro vilão de Invasão em Las Vegas. O diretor pontuou que o homem que se transforma no zumbi se voluntariou para um experimento e aparentemente foi enganado.

Além disso, Zeus sempre atua na defensiva e se realmente quisesse deixar Las Vegas, poderia ter feito isso. Mas, na realidade, o zumbi tenta construir o próprio reino dele, se isolando do restante do mundo.

Toda essa descrição se encaixa perfeitamente na personalidade de Vanderohe. Para teoria, o sobrevivente descobre que está infectado e procura o exército para servir como experimento para deter o vírus. Porém, trancado na Área 51, ele é enganado e usado para outros fins.

Zeus, ao mesmo tempo, tem um senso militar para escolher quem pode se tornar um alfa. Novamente, isso é algo que se conecta com o sobrevivente de Army of the Dead.

Por fim, há a tatuagem que Vanderohe tem do símbolo ômega, que significa o fim – enquanto alfa é o início. Simbolicamente, o personagem é o fim para o Zeus de Las Vegas, mas possivelmente o recomeço de uma nova geração.

O que sustenta tudo isso é Exército de Ladrões, em que Dieter explica que o cofre Götterdämmerung é “um portal para outro reino”. A explosão nuclear pode ter ajudado o espaço a abrir uma nova dimensão, e quando Dieter empurra Vanderohe, essa versão pode ter sido substituída por uma alternativa de outra realidade ou tempo.

Isso ajudaria a explicar a mordida do zumbi e a sobrevivência (sendo uma versão alternativa do que foi mencionado acima). De qualquer forma, esses argumentos podem provar que Zeus é na verdade Vanderohe, e que de outra perspectiva, eles são os heróis de Army of the Dead.

Army of the Dead: Invasão em Las Vegas e Exército de Ladrões: Invasão da Europa estão na Netflix.

Publicidade