Publicidade

Mais controvérsia

Com estreia no Disney+, Shang-Chi causa polêmica na China

Filme da Marvel é estrelado por Simu Liu

Publicado por Victor Carvalho

16/11/2021 19:43

O recente lançamento de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis no Disney+ aparentemente resultou em uma nova polêmica na China, desta vez por causa de uma aparente referência ao Massacre da Praça da Paz Celestial.

No aplicativo de mídia social chinês Weibo, uma captura de tela tirada da sequência da luta no ônibus foi compartilhada, mostrando que o número “8964” está escrito na roupa do motorista. Alguns acreditam que é uma referência ao Massacre da Praça da Paz Celestial, que ocorreu em 4 de junho de 1989.

Para quem não sabe, o número “8964” é visto como uma “referência oculta” ao Massacre da Praça da Paz Celestial.

A imagem foi compartilhada em outras redes sociais, gerando discussão sobre se a referência foi ou não intencional. Confira abaixo.

Possível referência ao terrível massacre

O Massacre da Praça da Paz Celestial resultou de um protesto pacífico realizado por estudantes universitários na China, pedindo o fim da corrupção governamental e reformas democráticas.

Como forma de encerrar o movimento, o então líder supremo Deng Xiaoping ordenou que tropas armadas do exército marchassem para a Praça da Paz Celestial com tanques, atirando contra os manifestantes.

O número exato de mortos nunca foi divulgado, mas acredita-se que esteja na casa dos milhares.

O governo chinês é conhecido por suprimir qualquer menção ao evento por meio de censura na Internet, televisão, cinema e outras formas de mídia.

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, da Marvel, está agora disponível pelo Disney+. Clique aqui para assinar o serviço de streaming.

Publicidade