Publicidade

Em breve

Décimo filme de Wes Anderson ganha data de estreia no Brasil

Aclamado diretor traz nomes como Owen Wilson e Benicio Del Toro em A Crônica Francesa

Publicado por Bruno Tomé

04/11/2021 16:16

O décimo filme de Wes Anderson, o inédito A Crônica Francesa, chega no Brasil em 18 de novembro. O longa será lançado nos cinemas pela Searchlight Pictures, dos estúdios Disney.

O novo longa é descrito como uma carta de amor ao jornalismo impresso. Para isso, Wes Anderson ambienta uma história no século 20, tendo como base uma redação de uma revista americana com sede em uma cidade fictícia da França.

A inspiração para o décimo filme do aclamado diretor é a revista The New Yorker. Nessa trama, o adorado editor Arthur Howitzer falece e deixa a ordem que os jornalistas escrevam o obituário dele.

“Trabalhar com o Wes é embarcar em uma aventura que mudará sua vida. Seja navegando em um barco pelas costas da Itália, viajando em um velho trem pela Índia ou descendo uma pequena rua em Angoulême, é uma experiência de vida que não se limita ao seu tempo no set. Sua atenção está completamente absorvida pelo filme”, contou Robert Yeoman, que já trabalhou oito vezes com Wes Anderson.

O elenco tem alguns colaboradores conhecidos do diretor, como Bob Balaban, Liev Schreiber, Adrien Brody, Tilda Swinton, Owen Wilson e Bill Murray. Além disso, traz ainda os nomes de Benicio del Toro, Stephen Park, Léa Seydoux, Frances McDormand, Timothée Chalamet, Jeffrey Wright, Mathieu Amalric, entre outros.

Os atores destacaram os bastidores diferentes de Wes Anderson. O elenco ficou junto em uma pousada francesa, com, por exemplo, reuniões leves para jantar.

“Nós comemos juntos. Não tem uma fila longa e distante, em que você tem que ficar esperando e a comida acaba ficando fria e ruim. É amigável e Wes é como um pai forte, um pai muito amoroso, compreensivo e muito paciente. Você não quer voltar para casa e fica feliz filmando às quatro da manhã, pois isso simplesmente não importa”, contou Bob Balaban.

Mais sobre A Crônica Francesa, décimo filme de Wes Anderson

“A história do 10º filme de Wes Anderson se passa no falecimento do adorado editor da revista Arthur Howitzer, Jr. que leva a equipe de A Crônica Francesa a escrever seu obituário.

As lembranças de Howitzer fluem em quatro histórias: um diário de viagem pelas áreas mais miseráveis da própria cidade, o Cycling Reporter; “Uma Obra-Prima Concreta”, sobre um artista que é um criminoso louco, sua guarda na prisão que também é sua musa, e seus vorazes negociantes de arte; “Revisões para um Manifesto”, uma crônica do amor e da morte nas barricadas no auge dos tumultos estudantis e “A Sala de Jantar Privada do Policial”, uma história de suspense sobre drogas, sequestro e alta gastronomia”, diz a sinopse de A Crônica Francesa.

O diferencial do filme novamente deve começar pelos bastidores. Assim como nas outras produções, Wes Anderson usou uma cidade como base, o que animou os atores, como Tilda Swinton.

“É sempre um universo de prazer e de incrível dedicação e criatividade. Um grupo de velhos amigos vem de todas as partes do mundo para se encontrar em todos os departamentos, desta vez em uma cidade provinciana francesa, junto com numerosos colegas, sem esquecer a participação animada e infalivelmente simpática dos figurantes, de quase todos os cidadãos de Angoulême…. nós nos beliscávamos todos os dias”, destacou a atriz.

Como citado, A Crônica Francesa chega em 18 de novembro nos cinemas brasileiros.

Publicidade