Publicidade

Que orgulho

Diretor de Scarface elogia Wagner Moura por cena em Marighella

Ator brasileiro assume direção pela primeira vez em filme estrelado por Seu Jorge

Publicado por Bruno Tomé

10/11/2021 11:03

Wagner Moura foi elogiado por Brian De Palma, diretor de Scarface, pela direção em Marighella. O filme estrelado por Seu Jorge é o primeiro do astro brasileiro na cadeira do comando.

A revelação foi feita pelo próprio Wagner Moura no programa Conversa com Bial. O elogio de Brian De Palma foi feito por conta da primeira cena de Marighella, gravada em plano sequência.

“Uma das maiores alegrias que tive com essa sequência foi um e-mail que o mr. Brian De Palma me mandou, ‘Essa sequência no trem você tem que me dizer como você fez’. Como é que eu vou dizer para o Brian De Palma como fazer alguma coisa?”, contou o ator e diretor sobre o elogio do cineasta de Scarface.

Além do clássico, Brian De Palma também comandou títulos como Os Intocáveis e Missão Impossível.

“Esse e-mail eu guardei”, completou Wagner Moura ao ouvir uma brincadeira de que enquadraria a mensagem.

Marighella está em cartaz nos cinemas brasileiros

O filme de Wagner Moura é baseado no livro de Mário Magalhães, que tem o título Marighella: O guerrilheiro que incendiou o mundo. A obra foi adaptada pelo diretor e também por Felipe Braga, de Sintonia e Samantha!.

O longa acompanha a história de Marighella nos anos 1960, quando a ditadura começa no Brasil. Escritor e político, Carlos Marighella se tornou um dos principais guerrilheiros brasileiros, liderando um dos maiores movimentos de resistência contra o regime, a ALN (Ação Libertadora Nacional).

“Comandando um grupo de jovens guerrilheiros, Marighella (Seu Jorge) tenta divulgar sua luta contra a ditadura para o povo brasileiro, mas a censura descredita a revolução. Seu principal opositor é Lucio (Bruno Gagliasso), policial que o rotula de inimigo público nº 1. Quando o cerco se fecha, o próprio Marighella é emboscado e morto – mas seus ideais sobrevivem nas ações dos jovens guerrilheiros, que persistem na revolução”, diz a descrição do filme.

O elenco é liderado pelo cantor e ator Seu Jorge. Além disso, conta com nomes conhecidos como Adriana Esteves como Clara; Ana Paula Bouzas sendo Maria; Bruno Gagliasso interpretando Lúcio; Bella Camero vivendo Bella; Herson Capri como Jorge Salles; Humberto Carrão no papel de Humberto; Jorge Paz como Jorge; e Luiz Carlos Vasconcelos sendo Branco.

O filme ganha ainda uma participação especial. Maria Marighella, neta do guerrilheiro, aparece durante o longa como a própria avó, Elza.

Marighella está em cartaz nos cinemas brasileiros.

Publicidade