Publicidade

Inesperado

Mesmo com maior bilheteria da pandemia, novo 007 pode ter prejuízo

Com Daniel Craig, Sem Tempo Para Morrer arrecadou mais de US$ 700 milhões

Publicado por Guilherme Coral

23/11/2021 14:05

007: Sem Tempo Para Morrer foi a maior bilheteria da pandemia de COVID-19, mas ainda assim pode perder dinheiro quando sair dos cinemas.

Conforme a Variety, o filme com Daniel Craig pode perder US$ 100 milhões, por mais que tenha arrecadado US$ 734 milhões até agora.

Previamente, havia sido informado que o longa-metragem precisava de US$ 900 milhões para gerar lucro. Esse valor astronômico se deve por conta dos diversos adiamentos causados pela pandemia de COVID-19.

Originalmente, o orçamento do filme era de aproximados US$ 250-300 milhões. Vale apontar, no entanto, que a MGM não confirmou (e provavelmente não confirmará) essas informações.

O novo filme de 007 está em cartaz

No novo filme de James Bond, o 007 está aposentado quando é chamado para uma última missão. O agente de Daniel Craig deve encarar um novo e misterioso vilão, que pode ter ligação com o passado dele.

Retornam com Daniel Craig para 007: Sem Tempo para Morrer nomes como Naomie Harris, Ralph Fiennes, Rory Kinnear, Ben Whishaw, Jeffrey Wright e Léa Sedoux.

Entre as novidades, estão nomes bastante conhecidos de Hollywood. Além de Lashana Lynch e Rami Malek, Ana De Armas, Billy Magnussen, David Dencik e Dali Benssalah também se juntam ao filme.

Rami Malek, inclusive, é o vilão do filme. O personagem dele se chama Safin.

A direção é de Cary Fukunaga. O roteiro fica por conta de Scott Z. Burns e Phoebe Waller-Bridge, que finalizam o trabalho começado por Neal Purvis e Robert Wade.

No Brasil, 007: Sem Tempo Para Morrer está em cartaz nos cinemas.

Publicidade