Publicidade

Já assistiu?

O reboot que ninguém pediu está entre filmes mais vistos da Netflix

Millennium: A Garota na Teia de Aranha teve Claire Foy como protagonista

Publicado por Victor Carvalho

05/11/2021 21:30

Millennium: A Garota na Teia de Aranha chegou à Netflix e, atualmente, é parte do Top 10 da gigante do streaming. Criticado, o longa-metragem é chamado por alguns internautas de “reboot que ninguém pediu”.

No momento, Millennium: A Garota na Teia de Aranha está em quinto lugar no Top 10 da Netflix. É um ótimo resultado para uma produção que não se saiu bem no cinema.

Detonado por crítica e público, Millennium: A Garota na Teia de Aranha fracassou em bilheteria na época de seu lançamento. O longa-metragem estreou nos cinemas em 2018.

Leia abaixo uma sinopse de Millennium: A Garota na Teia de Aranha.

“Graças às matérias escritas em uma revista, Lisbeth Salander ficou conhecida como uma anti-heroína, que ataca homens que agridem mulheres. Apesar da fama repentina, ela leva uma vida às escondidas.”

“Um dia, Lisbeth é contratada para recuperar um programa de computador chamado Firefall, que dá ao usuário acesso a um imenso arsenal bélico. O programa foi criado para o governo dos Estados Unidos, mas agora eles querem deletá-lo por considerar perigoso demais. No entanto, Lisbeth consegue roubá-lo.”

Produção complicada

A história da produção de Millennium: A Garota na Teia de Aranha é um pouco complicada. Inicialmente, o projeto era tratado como uma sequência de Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres, com David Fincher voltando como diretor e Rooney Mara retornando como protagonista.

O tempo passou e essa versão do projeto nunca se concretizou. No lugar, veio uma mistura de reboot e continuação com Fede Alvarez como diretor e Claire Foy no papel principal.

Vale lembrar que a personagem Lisbeth Salander também teve sua história contada em uma trilogia do cinema sueco. Nessas produções, Noomi Rapace teve o papel de destaque.

Millennium: A Garota na Teia de Aranha está agora disponível pela Netflix.

Publicidade