Publicidade

Faroeste moderno

Vingança e Castigo: A história real de Rufus Buck e Nat Love é estranha

Personagens de Idris Elba e Jonathan Majors são inspirados em cowboys e criminosos na Netflix

Publicado por Alexandre Guglielmelli

06/11/2021 20:30

Com uma trama eletrizante e ótimas atuações, Vingança e Castigo está fazendo muito sucesso na Netflix. O faroeste de Jeymes Samuel e Boaz Yakin, e se destaca por ser um dos únicos filmes do gênero com um elenco formado quase inteiramente por astros afro-americanos. O que muitos espectadores não sabem é que vários personagens do longa são baseados em figuras da vida real – incluindo Rufus Buck (Idris Elba) e Nat Love (Jonathan Majors).

Vingança e Castigo estreou na Netflix no final de outubro, e não demorou para conquistar fãs na plataforma. O longa também chamou a atenção da crítica especializada, garantindo 86% de aprovação no Rotten Tomatoes.

O elenco de Vingança e Castigo é formado por alguns dos atores mais aclamados da atualidade, como Jonathan Majors (Loki), Idris Elba (Hobbs & Shaw), Zazie Beetz (Deadpool), Regina King (Watchmen), Lakeith Stanfield (Judas e o Messias Negro), Deon Cole (Black-ish), Delroy Lindo (Destacamento Blood), RJ Cyler (Power Rangers), Danielle Deadwyler (Atlanta) e Edi Gathegi (Saga Crepúsculo).

O site Screen Rant revelou tudo que os fãs precisam saber sobre a história real de Rufus Buck e Nat Love em Vingança e Castigo; confira abaixo.

Quem foi Nat Love na vida real?

Interpretado por Jonathan Majors em Vingança e Castigo, Nat Love foi um cowboy de verdade no Velho Oeste Americano – cujos feitos incríveis solidificaram seu papel entre as figuras mais famosas da época.

Os eventos de Vingança e Castigo, no entanto, não são fiéis à vida real do cowboy. Para começar, Love só começou sua carreira como vaqueiro muito depois da Guerra Civil, e nunca chegou a ser um “fora da lei” ou líder de gangue.

Na vida real, o personagem de Jonathan Majors ficou conhecido por fazer parte de um grupo de cowboys negros que transportava cabeças de gado entre os anos 1870 e 1880 e enfrentava principalmente tribos de nativos-americanos.

O filme também falha em mencionar que Nat Love nasceu na escravidão antes de ser emancipado e aprendeu a ler com a ajuda do pai – o que na época, era um crime.

Durante sua carreira como cowboy, Nat se tornou um excelente atirador e ficou famoso por escapar da tribo Pima, que havia o capturado. Em seus relatos, Nat afirma que a tribo desejava “adotá-lo” como um membro oficial, dado seu respeito pela cultura do povo.

Após 10 anos como cowboy, Nat Love deixou a carreira para trás e se mudou para a Califórnia, onde viveu até a morte.

A história real de Rufus Buck

Em Vingança e Castigo, Rufus Buck é caracterizado como um brutal criminoso e líder de uma gangue de bandidos, que inicia sua trajetória no mundo do crime após sofrer abusos do pai na infância.

Já na vida real, o personagem de Idris Elba realmente liderou a famosa “Gangue do Rufus Buck” entre 1895 e 1896.

O grupo consistia de 5 criminosos conhecidos por roubar diversos estabelecimentos e matar algumas pessoas durante a curta onda de crimes.

No entanto, Buck não tinha o mesmo poder e notoriedade mostrados no filme da Netflix na vida real. Além disso, a figura histórica real era apenas um adolescente, e não tinha qualquer tipo de relação com Nat Love.

Como um jovem descendente de negros escravizados e nativos-americanos da tribo Cherokee, os crimes de Buck eram justificados por seu desejo se acabar com a supremacia branca e retomar territórios para os povos indígenas.

Na vida real, Buck não era o líder de uma cidade, e também não foi morto por Nat Love. Na verdade, Rufus e toda a sua gangue foram condenados à morte e enforcados por um juiz em 1896, de acordo com a sociedade história de Oklahoma.

Vingança e Castigo está disponível na Netflix.

Publicidade