Publicidade

Generosidade

Will Smith ajudou colegas de novo filme durante pandemia

Astro tirou dinheiro do próprio bolso em King Richard: Criando Campeãs

Publicado por Guilherme Coral

09/11/2021 10:50

O lançamento simultâneo de filmes nos cinemas e no HBO Max, que perdurou durante parte da pandemia, afetou diversos profissionais da indústria cinematográfica. Will Smith, que produziu e estrelou King Richard: Criando Campeãs, ajudou os colegas do elenco com seu próprio dinheiro.

Smith recebeu um salário considerável pelo filme, por volta de US$ 40 milhões, aponta o THR. Ele pessoalmente assinou cheques para o elenco, incluindo Saniyya Sidney e Demi Singleton, que interpretam Venus e Serena, Tony Goldwyn, Jon Bernthal e Aunjanue Ellis, dentre outros.

Uma fonte do THR apontou que os pagamentos foram um bônus, dado por Smith além do que os astros já haviam recebido pelo estúdio como compensação pelo lançamento no HBO Max.

Em uma entrevista ao Access Hollywood, Goldwyn confirmou os bônus, acrescentando como ficou agradavelmente chocado com a generosidade de Smith.

“Tenho feito isso há mais de 30 anos. Nunca trabalhei com alguém tão generoso como Will. O que você disse sobre os bônus é verdade. Quando este filme, quando a Warner Brothers decidiu não lançá-lo, colocá-lo em streaming, houve muita controvérsia como as pessoas sabem e acabamos de receber uma ligação de Will dizendo: ‘Vou consertar isso.’ Eu nunca experimentei isso, fiquei chocado. Eu simplesmente não conseguia acreditar”.

Mais sobre King Richard: Criando Campeãs com Will Smith

O filme é simplesmente baseado na história de Richard Williams. A cinebiografia deve acompanhar a infância e juventude das tenistas ao lado do pai.

Apesar da expectativa na telona, King Richard: Criando Campeãs passa também por polêmica. O astro é processado por causa do longa.

Will Smith está sendo processado, junto de sua produtora, por Richard Dove Williams Jr, pai das tenistas Serena e Venus Williams, em razão desse filme.

Richard Williams Jr. alega que Will Smith e seus sócios quebraram o contrato assinado entre eles, além de terem descumprido outros acordos. A informação é do The Blast.

A família das tenistas alega que a venda dos direitos era destinada à produção de uma minissérie e não um filme. Os direitos foram vendidos por um milhão de dólares.

Os advogados de Richard Williams pedem que os lucros do longa sejam depositados em uma conta e mantidos lá até que esse impasse seja resolvido.

King Richard: Criando Campeãs tem estreia para 2 de dezembro.

Publicidade