Mais do que você gosta.

Publicidade

Detalhes curiosos

É para crianças? Coisas que adultos notam em Próxima Parada: Lar Doce Lar

Filme animado com animais australianos está fazendo muito sucesso na Netflix

Publicado por Alexandre Guglielmelli

15/12/2021 20:00

Próxima Parada: Lar Doce Lar faz sucesso na Netflix ao acompanhar a história de animais inusitados, que deixam o cativeiro e embarcam em uma grande aventura. Como é de praxe em animações, certos aspectos do filme passam despercebidos pelas crianças e só são notados pelos adultos. Entre referências à cultura pop e piadas mais complexas, o site Looper listou 7 exemplos; veja abaixo.

“Elas parecem perigosas, mas essas criaturas incompreendidas têm um coração de ouro – e estão saindo do cativeiro para voltar para casa”, afirma a sinopse oficial do longa na Netflix.

Continua depois da publicidade

Os divertidos protagonistas de Próxima Parada: Lar Doce Lar são Maddie, uma serpente altamente venenosa; Frank, uma aranha peluda; Zoe, uma espécie de lagarto conhecida como “diabo espinhoso”; Nigel, um esperto escorpião; e Pretty Boy, um famoso coala.

No elenco de vozes do longa animado da Netflix estão atores como Isla Fisher, Tim Minchin, Eric Bana, Guy Pearce, Miranda Tapsell, Angus Imrie, Keith Urban, Kylie Minogue e Rachel House.

Cuidadores ou carcereiros?

Em diversos momentos de Próxima Parada: Lar Doce Lar, Chaz Hunt se comporta mais como um carcereiro do que como um cuidador de animais. No início do filme, os animais parecem ter se acostumado com a rígida rotina matinal, alinhando-se à parede do tanque como criminosos presos por contrabando.

Mesmo se a metáfora de “o zoológico é uma prisão” não tivesse ficado clara para os espectadores, a cena da fuga dos animais confirma essa escolha narrativa. O escape dos protagonistas parece ter saído diretamente de Prison Break, com holofotes brilhantes, câmeras, grandes muralhas e tudo mais.

Animais inteligentes na Netflix

Grande parte das confusões de Próxima Parada: Lar Doce Lar vem do fato de que a maioria das pessoas não consegue entender o que os animais tentam dizer. Por exemplo, quando a crocodila Jacki tenta resgatar e confortar o pequeno Chazzie, acaba sendo punida. No entanto, os animais não compartilham o mesmo problema, e conseguem entender perfeitamente a linguagem humana.

Os animais não apenas entendem o que os humanos dizem e fazem, mas também conseguem ler. Quando Jacki incentiva os amiguinhos a se aceitarem como são realmente – independente do que diga os rótulos das jaulas – eles conseguem ler o adesivo com os dizeres “vidro inquebrável”.

Comportamento animal em Próxima Parada: Lar Doce Lar

Certas referências e piadas sobre o comportamento animal só são entendidas pelos espectadores adultos de Próxima Parada: Lar Doce Lar. Na trama do longa, Frank é uma aranha-peluda bastante solitária, triste por perder a temporada de cruzamento. Em diversos momentos, o personagem é dominado por seu desejo instintivo e começa a fazer a dança de acasalamento, mesmo ao avistar uma simples aranha de brinquedo.

Frank não é o único animal ‘ousado’ do filme. Os espectadores também conhecem o sapo Doug, que não demora a mostrar sua “canção de amor” após ser libertado do laboratório. Mas uma das piadas mais engraçadas de Próxima Parada: Lar Doce Lar acontece quando Frank finalmente tem a chance de dançar para outras aranhas – apenas para ser informado que a temporada de acasalamento chegou ao fim no dia anterior.

Referências à cultura pop

Outro aspecto notado somente por adultos na animação da Netflix é a hilária referência à cultura pop, que acontece na trama do coala Pretty Boy. No início do filme, o animal é tão famoso que até mesmo astronautas conferem seus vídeos na estação espacial. O personagem de Tim Minchin também aparece na capa de revistas e interage com celebridades. Não é nem preciso dizer que ele é a atração mais popular do zoológico de Chaz.

No entanto, quando os outros animais escapam com ele, e notícias indicam que Pretty Boy pode ter contraído raiva, as pessoas se voltam rapidamente contra o coala. O personagem entende o que os amigos sentem, e é despertado para sua própria arrogância. Além disso, Pretty Boy percebe a inconstância da fama ao ser trocado quase instantaneamente por Giggles, outro animal adorável.

Homenagem emocionante

Espectadores mais maduros de Próxima Parada: Lar Doce Lar também notam muitas semelhanças entre Chaz Hunt e o lendário Steve Irwin – mais conhecido como Caçador de Crocodilos. O naturalista australiano se tornou uma celebridade mundial por sua relação com os animais selvagens, participando de programas de TV dos mais diversos países.

Irwin faleceu em 2006, após ser atingido pelo aguilhão venenoso de uma arraia. Em Próxima Parada: Lar Doce Lar, Chaz pode até não usar o famoso bordão do naturalista, mas seu visual é uma referência direta ao famoso. Em um flashback, o filme revela que foi o próprio Caçador de Crocodilos que inspirou toda a persona do zoólogo.

Confusões na cidade grande

Quando Maddie e os amigos chegam à área metropolitana de Blue Mountains, enfrentam muitos obstáculos. O principal deles é a perseguição constante de Chaz e seu precoce filho Chazzie. O grupo quase é avistado em um momento vulnerável na praça da cidade, mas consegue se esconder no último minuto.

Todas as criaturas conseguem se ocultar em uma mulher sentada em um bistrô, que só entende o que estava acontecendo quando os animais vão embora. A cena pode parecer estranha, já que qualquer pessoa perceberia animais escondidos na cabeça e em outras partes do corpo. Mas para o público adulto, o filme oferece uma resposta simples: a mulher estava bebendo um martini, e dada sua reação atrasada, esse não era seu primeiro drink do dia.

Maddie e Pretty Boy em Próxima Parada: Lar Doce Lar.

Maddie enxerga sua vida no cativeiro com bons olhos, isso até ser apresentada como “Medusa” e tratada como um monstro perigoso perante ao público. A protagonista realmente é uma serpente altamente venenosa, mas se recusa a machucar qualquer pessoa – ou animal.

De sua gaiola, Maddie inveja a popularidade de Pretty Boy, o coala mais famoso do zoológico de Chaz. Afinal de contas, o animal é tratado como um rei, e ela é jogada em sua caixa após cada show. Mas ao conhecer melhor o marsupial, a protagonista de Isla Fisher percebe que a atenção exagerada transformou Pretty Boy em um idiota arrogante. No final da jornada, é o próprio coala que aprende as melhores lições de vida por sua convivência com a serpente.

Próxima Parada: Lar Doce Lar está disponível na Netflix.

Publicidade