Mais do que você gosta.

Publicidade

Contém spoilers

A Filha Perdida: Cena com Olivia Colman dançando esconde significado sombrio

Sucesso da Netflix conta também com Dakota Johnson e Ed Harris no elenco

Publicado por Alexandre Guglielmelli

04/01/2022 19:00

Liderado por performances poderosas de Olivia Colman e Dakota Johnson, A Filha Perdida já é considerado um dos filmes mais elogiados da história da Netflix. O longa está fazendo muito sucesso com o público e, principalmente, com a crítica especializada. O que muitos fãs não percebem é que a cena em que a protagonista Leda aparece dançando carrega um significado bem mais triste e sombrio.

“As férias pacatas de uma mulher à beira-mar mudam de rumo quando sua obsessão por uma jovem mãe hospedada nas proximidades traz à tona antigas lembranças”, afirma a sinopse de A Filha Perdida na Netflix.

Continua depois da publicidade

A produção é baseada no livro homônimo de Elena Ferrante, e para uma maior fluidez narrativa, modifica alguns aspectos da história original.

O site Decider explicou porque a cena de A Filha Perdida em que Olivia Colman é embalada por uma canção de Bon Jovi é bem mais significativa do que os fãs imaginam; veja abaixo.

O significado da cena de Olivia Colman em A Filha Perdida

Para entender o verdadeiro significado da cena em questão, é importante refletir primeiro sobre a premissa do filme.

Em A Filha Perdida, Olivia Colman interpreta Leda, uma professora divorciada que em uma viagem de férias, fica fascinada com Nina, uma jovem mãe e sua família.

Memórias do passado de Leda como mãe de duas filhas voltam à tona – e não são exatamente felizes.

Um dia, a filha de Nina se perde na praia, e acaba sendo encontrada por Leda. A protagonista devolve a garota à família, mas também rouba secretamente a boneca preferida da pequena.

Sem a boneca, a garota fica desesperada, e toda a família começa a procurar pelo brinquedo. Lyle, o caseiro do apartamento alugado por Leda, sabe o que a protagonista fez, mas resolve não dizer nada.

Mas afinal de contas, por que Leda roubou a boneca? O filme não esclarece completamente essa questão, mas dá a entender que a personagem de Olivia Colman tenta refletir sobre seus próprios traumas da maternidade com a experiência de Nina.

É aí que acontece uma das cenas mais legais e interessantes do longa. Em uma festa, Leda aceita dançar com Lyle, e acaba surpreendida por uma de suas canções favoritas.

Quando os acordes inconfundíveis da música “Livin’ on a Prayer”, de Bon Jovi, começam a tocar, Leda exclama que ama a canção e começa a cantá-la, sem se importar com o que os outros pensam.

É uma cena relativamente aleatória, mas de acordo com o site Decider, uma das mais belas do filme.

“É a primeira e única vez que podemos ver a Leda adulta completamente feliz, sem apreensões, ansiedade ou culpa. É seu único momento de prazer genuíno, após quase duas horas de tensão”, explica a matéria sobre o significado da cena.

Mas antes de chegar ao segundo verso, Leda avista o marido de Nina – um influente mafioso – a observando com ódio no olhar.

“A maneira que o sorriso deixa o rosto de Leda é de partir o coração. E assim, seu momento de felicidade chega ao fim. E não volta nunca mais”, comenta a análise.

A Filha Perdida, com Olivia Colman e Dakota Johnson, está disponível na Netflix.

Publicidade