Mais do que você gosta.

Publicidade

Contém spoilers

A Filha Perdida: O que o final do filme da Netflix realmente significa

Longa com Olivia Colman e Dakota Johnson termina com desfecho aberto à interpretação

Publicado por Alexandre Guglielmelli

03/01/2022 18:30

Considerado uma das grandes apostas da Netflix para a temporada de premiações, A Filha Perdida é ancorado por poderosas performances de Olivia Colman e Dakota Johnson. O longa é baseado em um best-seller da escritora Elena Ferrante, e não demorou a conquistar a crítica especializada. Como A Filha Perdida termina com um final aberto a interpretações, muitos espectadores ficaram confusos. O site Decider explicou tudo que acontece; veja abaixo.

A Filha Perdida representa o primeiro trabalho de Maggie Gyllenhaal como diretora. A atriz e cineasta foi muito elogiada por seu comando do filme e por suas interessantes decisões narrativas e estéticas.

Continua depois da publicidade

“As férias pacatas de uma mulher à beira-mar mudam de rumo quando sua obsessão por uma jovem mãe hospedada nas proximidades traz à tona antigas lembranças”, afirma a sinopse oficial do longa, divulgada pela Netflix.

No longa, Olivia Colman interpreta a protagonista Leda, uma mulher de meia idade que é obrigada a confrontar o próprio passado ao passar por momentos dramáticos em uma viagem de férias.

O final explicado de A Filha Perdida na Netflix

Na reta final de A Filha Perdida, Leda e Nina – a personagem de Dakota Johnson – compartilham um momento tocante no qual Leda dá a Nina um grampo de chapéu.

A protagonista confessa para Nina o motivo de não querer falar sobre a criação das filhas: ela havia abandonado a família por três anos quando as filhas ainda eram pequenas, sobrecarregada pelas pressões familiares.

Nos dias atuais, Leda tenta secar a boneca que roubou. Will pede à protagonista o apartamento emprestado para fazer sexo com Nina. Leda pede para conversar com Nina, e quando a personagem de Dakota Johnson chega ao apartamento, Olivia Colman dá a ela as chaves e também devolve a boneca.

Ela confessa que roubou a boneca, mas diz que estava “apenas brincando”. Nina não aceita a justificativa, e deixa o apartamento com raiva.

Quando Leda insiste para Nina pegar as chaves, a personagem se vira e apunhala a protagonista com o grampo de chapéu, que havia sido dado pela própria Leda.

Naquela noite, Leda arruma as malas e decide ir para bem longe do resort. A personagem se sente mal e acaba envolvida em um acidente. Ela sai do carro atordoada e desmaia na praia – ou seja, retomando a cena de abertura de A Filha Perdida.

Já na manhã seguinte, Leda acorda à beira-mar. Sentada na praia, a protagonista liga para Bianca, que revela ter tentado entrar em contato com a mãe por dias, temendo que ela estivesse morta.

Nesse momento, Leda diz que está tudo bem e descobre uma laranja nas mãos. A Filha Perdida termina com a protagonista conversando com as filhas enquanto descasca a laranja “como uma cobra”, da mesma maneira que costumava fazer na infância das garotas.

Leda morre em A Filha Perdida?

É difícil dizer se Leda realmente morre no final de A Filha Perdida, já que o desfecho do filme é bem diferente da conclusão do livro de Elena Ferrante.

No livro, Leda acorda em um hospital após o acidente, e em um telefonema para as filhas, diz que “está morta, mas está bem”.

Já no filme da Netflix, Leda diz às filhas que está viva. Mas misteriosamente, aparece segurando uma laranja em perfeito estado, sem questionar de onde ela veio.

É um detalhe pequeno, mas que parece oferecer um olhar sobrenatural sobre o filme – o que pode indicar que Leda morreu na praia devido ao golpe de Nina.

“O final da Filha Perdida está aberto a interpretações. Talvez você acredite que Leda morreu naquela praia. Pessoalmente, acho que ela sobreviveu, e que a experiência de quase morte finalmente a acordou. Talvez a laranja seja um sinal de um poder superior. Ou talvez não”, afirma a análise do site Decider.

A Filha Perdida, com Olivia Colman e Dakota Johnson, está disponível na Netflix.

Publicidade