Mais do que você gosta.

Publicidade

Estreia no MCU

Herói de Harry Styles na Marvel, Starfox é na verdade problemático

Introduzido em Eternos, Eros tem poderes polêmicos nas HQs

Publicado por Alexandre Guglielmelli

19/01/2022 20:00

Fãs da Marvel que já conferiram a trama de Eternos – que chegou recentemente ao catálogo do Disney+ – sabem que Harry Styles aparece em uma das cenas pós-créditos como o herói Starfox, também conhecido como Eros, o irmão de Thanos. O que muita gente não sabe é que o personagem, pelo menos sua versão das HQs, é uma figura muito problemática.

Em Eternos, Eros aparece apenas na cena pós-créditos, introduzido pelo Troll Pip como o Príncipe de Titã e irmão de Thanos. Nas HQs, a história do personagem é bem mais complicada e polêmica.

Continua depois da publicidade

Starfox apareceu pela primeira vez na HQ Homem de Ferro #55, lançada em 1972. A mesma edição, escrita e ilustrada por Jim Starlin, também introduz Drax e Thanos.

Após passar anos como coadjuvante nas HQs, Eros assume um papel mais importante em Vingadores #231, de Roger Stern. O personagem passa a fazer parte dos Vingadores, atuando junto com heróis como Capitã Marvel e Adam Warlock.

A problemática e a polêmica do herói de Harry Styles nos HQs da Marvel

Desde sua primeira aparição nos Vingadores, Starfox se estabelece como um personagem extremamente galanteador – que ‘arrasta a asa’ para heroínas como Vespa, Mulher-Hulk, Feiticeira Escarlate e muitas outras.

Mas esses flertes ganharam uma dimensão bem mais problemática em Vingadores #237, quando Eros revela o verdadeiro alcance de seus poderes.

O poder especial de Eros é um dos mais interessantes da Marvel. O herói tem a “habilidade do prazer”, ou seja, pode provocar sensações prazerosas em aliados e inimigos, com diferentes motivações e resultados.

Nas HQs dos anos 80, Starfox usa os podres apenas para acalmar vilões e atenuar seus instintos assassinos. A situação muda em 2006, quando o personagem protagoniza um arco extremamente polêmico nos quadrinhos da Mulher-Hulk.

Em Mulher-Hulk #6, a advogada Jennifer Walters recebe a difícil missão de defender o herói após Eros ser acusado de usar os poderes de coerção para estuprar uma mulher.

A conclusão da história revela que Thanos foi o verdadeiro responsável pelo ocorrido, desestabilizando os poderes do irmão à distância e fazendo Eros perder o controle de suas habilidades.

No momento da revelação, Starfox decide bloquear os poderes para impedir qualquer tipo de abuso no futuro.

Embora seja um arco interessante, a narrativa mudou para sempre a história de Eros, e manteve o personagem longe das HQs por quase uma década.

Starfox só retorna em Vingadores: Rage of Ultron, publicada em abril de 2015. Ou seja: o personagem fica sumido por 8 anos e meio.

Para o MCU, a questão é a seguinte: como a Marvel lidará com os problemáticos poderes de Eros nos filmes da Marvel?

A resposta pode ser mais simples do que parece: o MCU já ignorou o passado problemático de Hank Pym nas HQs, e pode fazer o mesmo com Eros.

Existe também a possibilidade de Starfox ganhar um novo poder, provavelmente mais relacionado ao controle mental do que ao prazer propriamente dito.

Eternos, com Harry Styles, está disponível no Disney+. Clique aqui para assinar a plataforma.

Publicidade