Mais do que você gosta.

Publicidade

Que polêmica

Após Scarlett Johansson, Emma Stone considera processar a Disney por Cruella

Atriz da Marvel começou ação por suposta quebra de contrato do estúdio

Publicado por Bruno Tomé

30/07/2021 12:28

O processo de Scarlett Johansson com a Disney pode se tornar maior. Emma Stone considera fazer o mesmo que a atriz de Viúva Negra e entrar com uma ação contra o estúdio por quebra de contrato em Cruella.

A estrela da Marvel processa a Disney por conta do lançamento simultâneo no Disney+. O acordo previa uma estreia exclusiva no cinema – parte do salário de Scarlett Johansson vem do lucro da bilheteria.

Continua depois da publicidade

Agora, Emma Stone poderia processar a Disney pelo mesmo motivo, já que Cruella também chegou nos cinemas e no Disney+. A informação é do The Hollywood Reporter.

Emma Stone está considerando as opções dela nesse momento”, afirma o site.

Scarlett Johansson perde US$ 50 milhões com estreia dupla

A intérprete de Viúva Negra alega que o seu acordo com a Marvel Entertainment garantia lançamento exclusivo nos cinemas para seu filme solo e que o salário dela foi baseado, em grande parte, na performance do longa-metragem nas bilheterias. O Wall Street Journal deu a notícia.

“Não é nenhum segredo que a Disney está lançando filmes como Viúva Negra diretamente no Disney+ para aumentar os assinantes e, assim, impulsionar o preço das ações da empresa – e que está se escondendo atrás da Covid-19 como um pretexto para isso”, disse um advogado da Kasowitz Benson Torres, que representa Scarlett Johansson ao CNBC.

“Mas ignorar os contratos das artistas responsáveis ​​pelo sucesso de seus filmes em prol dessa estratégia míope viola seus direitos e esperamos provar isso no tribunal”, disse ele por e-mail. “Este certamente não será o último caso em que uma atriz de Hollywood enfrenta a Disney e deixa claro que, independentemente do que a empresa possa fingir, tem a obrigação legal de honrar seus contratos”.

Informações são de que a atriz de Viúva Negra pode ter perdido US$ 50 milhões com o lançamento simultâneo com o Disney+. O estúdio responde que Scarlett Johansson já tem um pagamento que não envolve a bilheteria, além do lucro que será ganho.

“Não há mérito nesse processo. A ação é especialmente triste e dolorosa por sua indiferença insensível pelos efeitos horríveis e prolongados da pandemia do coronavírus ao redor do mundo. Disney cumpriu o acordo com a Senhorita Johansson e mais, o lançamento no Disney+ também dá a possibilidade de ganhos adicionais além dos US$ 20 milhões que ela já recebeu”, afirma a nota da Disney.

Emma Stone ainda não se pronuncia sobre a informação.

Viúva Negra está nos cinemas e no Disney+, enquanto Cruella está agora apenas no serviço.

Clique aqui para assinar o Disney+ e assistir ao filme da Viúva Negra, no momento a partir do Premier Access, e também Cruella.

Publicidade