Mais do que você gosta.

Publicidade

Deu briga

Charlize Theron pediu proteção contra Tom Hardy no set de Mad Max

Astros brigaram no set do filme

Publicado por Guilherme Coral

23/02/2022 12:55

Charlize Theron e Tom Hardy tiveram uma grande briga no set de Mad Max: Estrada da Fúria. A situação ficou tão tensa, que a atriz pediu que alguém a acompanhasse sempre por proteção.

A revelação foi feita no livro Blood, Sweat & Chrome: The Wild and True Story of Mad Max, que conta sobre os bastidores do filme.

Continua depois da publicidade

Um trecho do livro de Kyle Buchanan conta sobre a briga entre Charlize Theron e Tom Hardy, com depoimentos dos membros da equipe e dos próprios atores.

“Lembro-me vividamente do dia”, disse o operador de câmera Mark Goellnicht (via Insider). “A chamada no set era às oito horas. Charlize chegou lá às oito horas, sentou-se no caminhão, sabendo que Tom nunca estaria lá às oito, embora tenham feito um pedido especial para ele estar lá no dia na hora certa”.

“[Hardy] era famoso por nunca chegar na hora certa pela manhã”, continuou Goellnicht. “Se o horário era de manhã, esqueça – ele não aparecia”.

Horas se passaram e Hardy não apareceu. Testemunhas disseram que Theron nem saiu do caminhão para usar o banheiro. Alguns achavam que Hardy estava propositalmente atrasado como um jogo de poder porque sabia que isso deixaria Theron irritada.

“Onze horas. Ela estava no caminhão, sentada lá com sua maquiagem e um traje completo por três horas”, lembrou Goellnicht. “Tom aparece, e ele caminha casualmente pelo deserto. Ela salta do caminhão e começa a xingar, dizendo: ‘multem esse m*rda 100 mil dólares por cada minuto que ele atrasou a equipe’ e ‘Como você é desrespeitoso!’ Ela estava certa”.

O membro da equipe revelou a reação de Tom Hardy: “Ele atacou ela e disse: ‘O que você me disse?'”, disse Goellnicht.

“Ele foi bastante agressivo”, continuou Goellnicht. “Ela realmente se sentiu ameaçada, e esse foi o ponto de virada, porque então ela disse: ‘Quero alguém como proteção’. Ela então teve uma produtora que foi designada para estar com ela o tempo todo”.

Para o resto das filmagens, a produtora Denise Di Novi seguiu Theron, de acordo com o livro.

“Chegou a um ponto em que estava meio fora de controle, e havia uma sensação de que talvez enviar uma produtora mulher pudesse equalizar um pouco disso, porque eu não me sentia segura”, disse Theron.

Situação mudou com o passar das filmagens

Tom Hardy admitiu no livro que estava errado e que espera que hoje em dia isso não aconteça mais.

“Em retrospectiva, eu exagerei de várias maneiras”, disse Hardy no livro. “A pressão sobre nós dois era esmagadora às vezes. O que ela precisava era de um parceiro melhor, talvez mais experiente em mim. Isso é algo que não pode ser fingido. Eu gostaria de pensar que agora que estou mais velho e mais feio, eu poderia ser essa pessoa”.

O livro afirma que, à medida que as filmagens continuavam no deserto, Hardy suavizou e ele e Theron trabalharam melhor juntos.

“Aquela cena em que você vê Tom com Charlize na moto e todos os Vuvalini e as esposas atrás, misturados – essa cena foi provavelmente a maior mudança em ver Tom realmente ficar mais tranquilo em relação a Charlize na vida real”, disse Goellnicht. “Nós estávamos todos despreparados para como ele fez isso, e então eu saí e Charlize estava voltando, e eu disse: ‘Nossa, Charlize, isso foi incrível. Um interruptor de luz apagou? Ele foi ótimo.’ Ela também ficou bastante surpresa com isso.”

“Ele era uma pessoa diferente no final”, continuou Goellnicht. “Muito mais fácil de lidar, muito mais cooperativo, mais compassivo.”

Blood, Sweat & Chrome: The Wild and True Story of Mad Max: Fury Road já está disponível para a venda, nos EUA. Já Mad Max: Estrada da Fúria está disponível no HBO Max.

Publicidade