Mais do que você gosta.

Publicidade

Death Note | Produção do filme com atores é roubada

Publicado por Redação

23/01/2017 11:00

Neste fim de semana, o set de filmagens da adaptação americana de Death Note, a cargo da Netflix, foi invadida. O diretor Adam Wingard deu mais detalhes sobre o crime em seu Twitter:

“O escritório de Death Note foi roubado ontem à noite. Deixaram um bilhete escrito: ‘Estive Aqui'”, conta o diretor. “Está faltando um drive com cenas de efeitos especiais e roubaram uma pasta contendo informações bancárias. Quando os policiais nos deixarem voltar, eu vou ver se ele escreveu no Death Note”.

Continua depois da publicidade

Depois, Wingard chegou a postar fotos do set com policiais na cena do crime. A ironia é que o personagem principal de Death Note, Kira, usa o tal caderno para escrever o nome de suas vítimas, todos eles criminosos.

O filme com atores vai repaginar a premissa do seu material de origem, mas dessa vez se situando em uma metrópole norte-americana e acompanhando um genial estudante, Light Turner (Nat Wolff, de Cidades de Papel), que descobre um misterioso caderno cujo possuidor tem o poder de matar quem quiser apenas escrevendo o nome da vítima em suas páginas. Light então começa a eliminar criminosos, tendo uma misteriosa criatura conhecida como Kira como carrasco, mas logo passa a ser caçado pelo maior detetive do mundo, L (Keith Stanfield). Willem Dafoe vai emprestar sua voz para o carrasco Ryuk.

Margaret Qualley (The Leftovers) também está no elenco como Mia Sutton, Paul Nakauchi (Alpha and Omega) como Watari e Shea Whighan (Agent Carter) como James Turner.

Jeremy Slater (Quarteto Fantástico) escreveu a última versão do roteiro. Adam Wingard (Você é o Próximo, The Guest) dirige o remake de Death Note, que já foi adaptado no Japão.

Death Note será lançado pela Netflix em 2017.

Publicidade