Mais do que você gosta.

Publicidade

Fogo no parquinho

Diretor de Independence Day acusa Marvel e Star Wars de arruinar o cinema

Roland Emmerich ecoa discurso de outros cineastas

Publicado por Guilherme Coral

02/02/2022 15:22

Roland Emmerich, diretor de Independence Day, é o mais recente cineasta a detonar os filmes da Marvel. O diretor disse que esses filmes de super-heróis e os de Star Wars estão arruinando o cinema.

Emmerich conversou com o Den of Geek e foi perguntado se o gênero de filmes de desastre mudou nos últimos anos.

Continua depois da publicidade

“Ah, sim. Porque, naturalmente, a Marvel e a DC Comics, e Star Wars, praticamente assumiram o controle. Está arruinando um pouco nossa indústria, porque ninguém mais faz nada original”, desabafou o diretor.

Emmerich ressaltou a importância de ousar na indústria, algo que, para ele, acontece menos, limitando-se a alguns diretores.

“Você deveria fazer novos filmes ousados, sabia?”, disse o diretor de Independence Day. “E eu acho que, na verdade, Christopher Nolan é o mestre disso. Ele é alguém que pode fazer filmes sobre o que quiser. Eu tenho um pouco mais de dificuldade, mas ainda tenho um nome grande o suficiente – especialmente quando é um filme de desastre ou tem algum tipo de tema de desastre”.

Estúdio não queria Will Smith em Independence Day por ser negro

Independence Day foi um dos primeiros sucessos da carreira de Will Smith. A produção do filme, no entanto, teve de lutar contra o estúdio para que o astro de Um Maluco no Pedaço estrelasse o longa-metragem.

A obra completou 25 anos em 2021 e o THR publicou uma matéria com relatos das pessoas envolvidas na produção do filme. O produtor Dean Devlin e o diretor, Roland Emmerich, falaram sobre a escolha do elenco.

“Ethan Hawke também estava em nossa lista, mas na época eu pensei que ele era muito jovem. Estava bem claro que tinha que ser Will Smith e Jeff Goldblum”, explicou Emmerich. “Essa foi a combinação que pensamos. O estúdio disse: ‘Não, não gostamos de Will Smith. Ele não foi provado ainda. Ele não funcionaria em mercados internacionais'”.

“Eles disseram: ‘Se escalar um negro para este papel, você vai matar a bilheteria internacional”, acrescentou Devlin. “Nosso argumento era: ‘Bem, o filme é sobre alienígenas. Ele vai se sair muito bem nos mercados internacionais’. Foi uma grande guerra e Roland realmente defendeu Smith – e finalmente vencemos essa guerra”.

Roland Emmerich disse que a equipe criativa do filme ameaçou a mudar o estúdio de Independence Day, caso Will Smith não pudesse estrelar o filme.

A 20th Century Fox era responsável pela produção do filme, mas o diretor disse que a Universal ligava “todos os dias” querendo o projeto.

“Foi pouco antes das filmagens e ainda não tínhamos visto Will e Jeff”, disse Emmerich. “Eu bati meu pé no chão. ‘Pessoas da Universal estão ligando todos os dias, então me dê esses dois atores ou eu me mudarei para lá’. Eu não acho que seria uma possibilidade realmente mudar os estúdios, mas foi uma grande ameaça”.

No fim, Will Smith estrelou o projeto ao longo de Jeff Goldblum. Em 2016, Independence Day ainda ganhou uma continuação, Independence Day: O Ressurgimento.

Publicidade