Mais do que você gosta.

Publicidade

Preocupação

Documentário da Netflix obriga mudança no Tinder

Aplicativo de encontros ganha destaque por causa de O Golpista do Tinder

Publicado por Bruno Tomé

05/02/2022 11:47

A Netflix chamou atenção para plataformas de namoro com O Golpista do Tinder. O documentário traz o caso de um criminoso que enganou mulheres com o aplicativo com o objetivo de tirar dinheiro das vítimas.

Como a produção mostra, esse homem é Simon Leviev. Apesar de ter sido pego, o israelense cumpriu pena e foi solto.

Continua depois da publicidade

Com esse desfecho, muitos passaram a se perguntar se o criminoso não poderia voltar a agir. Com o foco passando para o Tinder, o TMZ trouxe a notícia de que a plataforma reforçou a segurança.

Além disso, o Tinder estaria acompanhando de perto Leviev. O homem teria sido banido de forma permanente e o aplicativo procura evitar que ele retorne para plataforma com qualquer nome.

A empresa estaria focada em garantir que Leviev nunca mais tente retornar ao aplicativo. Com o documentário O Golpista do Tinder, o serviço também reforçou que pedir dinheiro e criar contas falsas vão contra a política de uso do app.

Entenda o caso de O Golpista do Tinder

O Golpista do Tinder – também encontrado com o título original The Tinder Swindler – é uma produção da cineasta Felicity Morris.

Com pouco menos de duas horas de duração, O Golpista do Tinder introduz os espectadores à história do vigarista israelense Shimon Hayut, que supostamente aplicou golpes em múltiplas mulheres utilizando o aplicativo.

Posando como Simon Leviev, o filho do bilionário Lev Leviev, Shimon usava seu charme para conquistar as vítimas – e roubar centenas de milhares de dólares.

De acordo com a revista Variety, o golpista do Tinder costumava focar em mulheres de países como Noruega, Finlândia e Dinamarca, convencendo as vítimas a enviar valores expressivos em dinheiro sob promessas falsas.

Shimon chegou a convencer uma de suas vítimas a pedir empréstimos bancários e repassar o dinheiro para ele, afirmando que precisava pagar as contas e se proteger dos “inimigos”.

Em dezembro de 2019, Hayut foi preso em Israel e condenado a 15 meses de prisão. No entanto, ele foi libertado após cumprir apenas 5 meses de sua sentença.

O Golpista do Tinder, na Netflix, conta com entrevistas com vítimas do trapaceiro e envolvidos na investigação.

Uma das mulheres entrevistadas e a norueguesa Cecile Fjellhøy, que junto com outra mulher enganada por Shimon, decidiu investigar a história e levar o golpista à Justiça.

“Quando o conto de fadas chega ao fim, um thriller de vingança se inicia. Cecile descobre outras vítimas, e nesse momento, o Golpista do Tinder encontra uma inimiga à altura”, afirma a sinopse oficial da produção.

O Golpista do Tinder está disponível na Netflix.

Publicidade