Mais do que você gosta.

Publicidade

História real

Filme da Netflix deixa fãs surpresos: “A gente morre e não vê tudo”

Documentário Três Estranhos Idênticos surpreende espectadores com temática chocante

Publicado por Alexandre Guglielmelli

23/07/2021 09:00

Três Estranhos Idênticos, documentário disponibilizado no catálogo da Netflix, está fazendo o maior sucesso com o público brasileiro. A descrição de um espectadores nas redes sociais resume perfeitamente a trama do longa: “a gente morre e não vê tudo”, dado o teor completamente inusitado da produção.

Produzido e dirigido por Tim Wardle, o longa acompanha a história dos trigêmeos Edward Galland, David Kellman e Robert Shafran, separados na infância e adotados por três famílias diferentes.

Continua depois da publicidade

O documentário foi extremamente elogiado pela crítica especializada, principalmente por levantar importantes debates psicológicos.

Veja abaixo tudo que você precisa saber sobre a temática de Três Estranhos Idênticos (sem spoilers) e confira o que os fãs estão falando sobre o longa nas redes sociais.

A história bizarra de Três Estranhos Idênticos

Combinando imagens de arquivo, cenas de reconstituição e entrevistas nos dias atuais, Três Estranhos Idênticos mostra como os trigêmeos Edward, David e Robert foram separados na infância e se reencontraram na juventude.

Logo após o nascimento, cada um dos irmãos foi adotado por uma família diferente, sem nenhum contato uma com a outra. Na verdade, nenhum deles sabia que tinha dois irmãos gêmeos.

A vida dos três vira de cabeça para baixo quando os irmãos se conhecem – por acaso – aos 19 anos de idade.

O documentário, então, analisa como as vidas dos três irmãos mudaram após a revelação do parentesco, tanto na esfera pública quanto na rotina pessoal.

Sem revelar muitos spoilers da parte mais surpreendente do filme, Três Estranhos Idênticos também fala sobre um experimento científico e psicológico de “Natureza vs. Criação” que utiliza os irmãos como base de estudo.

Três Estranhos Idênticos conta com aclamação unânime da crítica especializada, chegando a 97% de aprovação no Rotten Tomatoes.

O longa estreou inicialmente no Festival de Sundance em 2018, no qual recebeu o troféu de Melhor Documentário.

O filme também foi incluído na lista de 15 longas considerados para o Oscar de Melhor Documentário, mas acabou excluído do rol de concorrentes.

A reação dos fãs na Netflix

Três Estranhos Idênticos provocou grandes debates nas redes sociais, principalmente em relação ao papel da psicologia.

Até mesmo Thelma Assis, a vencedora do Big Brother Brasil 20, compartilhou suas impressões sobre o longa nas redes sociais, após sugestões de internautas.

“Gostei muito e super indico. Fiquei reflexiva aqui, gosto assim”, comentou a ex-BBB.

A maioria dos assinantes da Netflix compartilhou a opinião de Thelma sobre Três Estranhos Idênticos.

“Ontem assisti Três Estranhos Idênticos e nos primeiros 15 minutos, ficava me perguntando como iam render uma hora e meia de documentário só nessa de reencontro. Muito surpreso com os rumos da história. A gente morre e não vê tudo que aconteceu nesse mundo. Sigo chocado e indignado”, comentou outro espectador da Netflix no Twitter.

Quem entende de psicologia também adorou o documentário, mesmo com a revelação dos experimentos.

“Terminei o documentário Três Estranhos Idênticos da Netflix e minha mente ainda está explodindo sobre socialização, psiquê e limites. Estou espantada com os plots e a frieza de certos envolvidos na trama”, comenta outra internauta.

A maioria dos espectadores subestimou a trama do documentário no início, mas acabou se surpreendendo no final.

“Terminei agora o documentário Três estranhos idênticos, e é simplesmente incrível. No começo, fiquei me perguntando como iam prolongar por mais de uma hora aquela história. Mas a cada momento fui me surpreendendo, e ele me prendeu até o final”, analisou outra espectadora.

Segundo diversos usuários das redes sociais, Três Estranhos Idênticos é uma verdadeira montanha russa de emoções.

“Assistir esse documentário Três Estranhos Idênticos é perturbador, porque no início você fica feliz, depois pensativo, e no final é tudo extremamente bizarro e sem explicação”, comenta outro assinante da plataforma.

O consenso entre os espectadores brasileiros da Netflix é inegável: Três Estranhos Idênticos é uma história bizarra e surpreendente.

“Esse documentário parece roteiro de filme, mas o mais triste é que foi real! Super recomendo”, conclui outra fã.

Três Estranhos Idênticos está disponível na Netflix.

Publicidade