Mais do que você gosta.

Publicidade

Filme de Robert Downey Jr., o Homem de Ferro, tem prejuízo absurdo

Publicado por Alexandre Guglielmelli

25/02/2021 05:00

Além de proporcionar um final épico para a Saga do Infinito no MCU, Vingadores: Ultimato mostrou a morte de alguns dos heróis e vilões mais icônicos da Marvel. Fãs se despediram de personagens que povoaram os filmes da companhia por uma década – como o Homem de Ferro.

O filme foi o mais bem sucedido de 2019, e contou com a maior bilheteria de todos os tempos.

Continua depois da publicidade

Muitos fãs nem perceberam, mas o primeiro projeto de Robert Downey Jr. após a morte do Homem de Ferro foi um fracasso completo em todos os sentidos.

Confira abaixo tudo sobre essa decepção!

De Homem de Ferro a Dr. Dolittle

Após se tornar um dos atores mais famosos e queridos do mundo por sua performance como Tony Stark, Robert Downey Jr. tentou conquistar mais uma vez o público como outro personagem bastante conhecido: o Dr. Dolittle.

O médico que fala com animais foi interpretado por Eddie Murphy em alguns filmes – porém a versão de Robert Downey Jr. contou com uma premissa completamente diferente.

Além de mudar completamente a história do personagem popularizado por Eddie Murphy, o novo Dr. Dolittle contou com um orçamento incrível.

Segundo o site Box Office Mojo, a produção do longa custou cerca de 175 milhões de dólares, isso sem levar em conta os gastos com marketing. O valor é extremamente alto para se investir em um personagem já esquecido por muita gente.

Infelizmente para a Warner, a possibilidade de criar uma nova franquia de sucesso nas costas de Robert Downey Jr. foi quase instantaneamente extinta.

O primeiro problema de Dolittle foi a reação crítica. O filme atingiu míseros 17% de aprovação no Rotten Tomatoes, o que desencorajou muita gente a conferir o longa no cinema.

O filme faturou cerca de 245 milhões de dólares nas bilheterias – o que não seria um resultado ruim sem o orçamento astronômico de produção.

Muitas análises sobre a bilheteria de Dolittle foram realizadas, e a maioria concorda que e Warner levou um prejuízo de cerca de 100 milhões de dólares com o fracasso do longa.

Tudo indicava que Dolittle estava condenado antes mesmo de estrear. O ator e comediante Seth Rogen foi chamado para melhorar o roteiro do filme, mas acabou abandonando o projeto.

“Parecia que eles estavam vendendo um filme real, que poderia funcionar, mas não foi isso que aconteceu. Eles venderam a “planta” de um filme que, quando construído, não conseguiria fica de pé”, comentou Rogen.

Publicidade