Mais do que você gosta.

Publicidade

Ofensas e ameaças

Fora do Brasil, atriz de Indecente causou polêmica e sofreu boicote

Alyssa Milano interpreta a protagonista Grace no thriller erótico da Netflix

Publicado por Alexandre Guglielmelli

20/01/2022 19:30

Sucesso na Netflix, Indecente é protagonizado por Alyssa Milano. No filme baseado na obra de Nora Roberts, a atriz dá um show como a escritora Grace. Muitos fãs não sabem, mas quando a plataforma confirmou Milano no elenco de Indecente, ainda na fase de pré-produção, a atriz foi vítima de um boicote de conservadores e fãs de Donald Trump.

“A escritora de livros de mistério Grace Miller é famosa pelo instinto para resolver crimes – e vai precisar de todo esse talento para investigar o assassinato da irmã”, afirma o sinopse do longa da Netflix.

Continua depois da publicidade

Na época da produção de Indecente, os trolls não apenas encheram as redes sociais de Alyssa Milano de ofensas e ameaças, mas também assediaram a escritora Nora Roberts.

O site The Guardian explicou a raiz da polêmica e a reação da autora; veja abaixo.

A polêmica e o boicote a Alyssa Milano em Indecente

Em uma nota oficial, Nora Roberts afirmou estar “completamente e sinceramente horrorizada” com as centenas de ameaças e ofensas postadas nas redes sociais após a escalação de Alyssa Milano como a protagonista de Indecente.

Pouco menos de uma hora após postar as novidades em sua página no Facebook, Nora Roberts recebeu mais de mil comentários sobre a escolha – com centenas de trolls criticando Alyssa Milano por seu papel crucial no movimento #MeToo e suas críticas à administração de Donald Trump.

Depois de receber até mesmo ameaças de morte e violência, Nora Roberts falou sobre a controvérsia em seu site oficial.

“Sempre tentei manter minhas opiniões políticas fora dos livros. Essa é minha decisão. Mas agora, como muitos leitores decidiram expor suas posições na minha página, sou obrigada a dizer: sou uma democrata liberal. Sempre fui, e sempre serei. Também acredito que todo mundo tem o direito de expressar suas opiniões, mas não vou tolerar insultos e xingamentos em meu perfil”, comentou a escritora.

Ainda no comunicado oficial, Nora Roberts afirmou ter ficado “extremamente triste com o ódio, a raiva e a amargura” dos comentários.

“Sei que alguns de vocês vão boicotar meus livros após a escolha de Alyssa Milano para a adaptação de Indecente. Um leitor chegou a dizer que iria queimar todos os livros da sua coleção. Pensem nisso: queimar livros. O que isso lembra?”, afirmou a escritora.

A fala é uma referência à queima de livros feita por nazistas na época da Segunda Guerra Mundial.

“Esse ódio realmente fere meu coração. Assistam ao filme quando ele estrear, ou simplesmente não assistam”, comentou Nora Roberts.

Na época, os representantes de Alyssa Milano não comentaram a ação dos trolls e conservadores nas redes sociais.

Indecente está disponível na Netflix.

Publicidade