Mais do que você gosta.

Publicidade

Muitos elogios

Novo terror de David Cronenberg é ovacionado durante 6 minutos em Cannes

O diretor volta com um novo "horror corporal"

Publicado por Victor Carvalho

23/05/2022 21:09

Crimes do Futuro, o novo terror do diretor David Cronenberg, teve uma exibição no Festival de Cannes e contou com uma calorosa recepção.

De acordo com o Deadline, as pessoas que estavam presentes aplaudiram Crimes do Futuro por nada menos que 6 minutos.

Continua depois da publicidade

É uma recepção muito positiva, que mostra que a volta de David Cronenberg ao cinema pode ter grande sucesso.

Crimes do Futuro é um “horror corporal”, bem ao estilo do que David Cronenberg está acostumado a fazer, como evidenciado por A Mosca e outros trabalhos do diretor.

Confira abaixo uma sinopse de Crimes do Futuro.

“Em um futuro próximo, os humanos terão que aprender a conviver e se adaptar ao seu ambiente sintético.”

“Isso faz com que a espécie tenha que ir mais além do que seu estado natural e ir para metamorfose, o que causa uma mudança em seu DNA.”

“Enquanto alguns abraçam o potencial ilimitado do trans-humanismo, outros tentam policiá-lo. De qualquer modo, a Síndrome da Evolução Acelerada está se espalhando rapidamente.”

“Saul Tenser é um artista mundialmente amado que abraçou esse novo estado de ser, resultando em alterações no seu corpo, como novos órgãos.”

“Junto com Caprice, Tenser transformou a remoção desses órgãos em um espetáculo para seus fiéis seguidores se maravilharem no teatro em tempo real.”

“Mas com o governo e uma estranha subcultura tomando nota, Tenser é forçado a considerar qual seria sua performance mais chocante de todas.”

O elenco de Crimes do Futuro é estrelado por Viggo Mortensen, Léa Seydoux e Kristen Stewart, entre outras estrelas.

Por enquanto, ainda não existe uma previsão de lançamento para Crimes do Futuro no Brasil.

Sobre o autor

Victor Carvalho

Victor Carvalho

Membro do Observatório do Cinema desde 2018, gosto tanto de escrever sobre as coisas que assisto. Nas horas vagas, também encontro algum tempo para ler DC e Marvel, ser terrível nos games e de sofrer torcendo para o Botafogo.

Publicidade