Mais do que você gosta.

Publicidade

Tome cuidado

O que a Netflix não conta em O Golpista do Tinder e você precisa saber

As melhores dicas para não cair em golpes como os de Simon Leviev em apps de relacionamento

Publicado por Alexandre Guglielmelli

09/02/2022 21:00

O Golpista do Tinder, sucesso na Netflix, acompanha a história do vigarista Simon Leviev, mas foca principalmente em suas vítimas. O documentário mostra que qualquer pessoa pode cair em golpes virtuais, e serve como alerta para todos os usuários de aplicativos de relacionamentos. O que a Netflix não conta – e que os fãs precisam saber – é como se proteger desses golpes, e usar apps de namoro de forma segura e responsável.

“Ele se passava por um magnata do ramo dos diamantes, conquistava mulheres na internet e roubava milhões de dólares delas. Agora, algumas vítimas querem vingança”, afirma a sinopse de O Golpista do Tinder na Netflix.

Continua depois da publicidade

Além de fazer muito sucesso na plataforma, figurando no Top 10 de diversos países, o documentário fez um ótimo trabalho ao provocar debates nas redes sociais e aumentar o engajamento do público com o streaming.

Mostramos abaixo algumas dicas que você deve seguir para evitar a ação de golpistas como Leviev e proteger suas informações (e dinheiro) na internet.

Como se proteger de O Golpista do Tinder na vida real?

Nos aplicativos de relacionamento, existem diversos golpes que podem ser aplicados em vítimas incautas.

O primeiro – e um dos mais comuns – acontece por meio de robôs. Funciona da seguinte forma: um robô (bot) se aproxima da potencial vítima e começa uma conversa.

No entanto, antes de continuar a interação, pede para o usuário acessar um link e verificar a conta. O robô costuma afirmar que essa verificação é realizada por motivos de segurança, mas na verdade, só serve para invadir smartphones e contas online.

Esse esquema também é conhecido como Phishing, e pode ocorrer em qualquer aplicativo de mensagens, como WhatsApp e Telegram.

Para evitar esse tipo de golpe, nunca clique em um link enviado por alguém que você não conheça. E acima de tudo, nunca forneça informações pessoais antes de conhecer pessoalmente o “pretendente”.

Golpes no Tinder com identidades falsas

Outro método bastante utilizado pelos Golpistas do Tinder é conhecido como catfishing. Nesse esquema, vigaristas utilizam identidades falsas e mentiras para conquistar vítimas.

Normalmente, os golpistas usam fotos forjadas e informações fraudulentas para criar uma relação romântica com as potenciais vítimas.

Após a criação de um vínculo emocional, esses golpistas começam a pedir dinheiro para as vítimas – assim como fazia Simon Leviev em O Golpista do Tinder.

Nesse caso, os usuários de aplicativos de namoro devem sempre desconfiar de perfis chamativos. Uma boa dica é pedir para fazer chamadas de vídeo, que na maioria das vezes, são negadas por golpistas.

O Golpista do Tinder e a extorsão sexual

Um dos casos mais graves de golpes em aplicativos de namoro – que provocou até mesmo tentativas de suicídio – envolve a extorsão sexual.

Nesse caso, golpistas (que podem ou não usar identidades falsas) criam uma conexão emocional com os usuários e os incentivam a enviar nudes ou fotos eróticas.

A partir daí, utilizam essas fotos para extorquir os usuários. Normalmente, eles prometem mandar as fotos para familiares, colegas de trabalho ou conhecidos das vítimas, caso não recebam pagamentos em dinheiro.

Para evitar esse tipo de golpe, a recomendação é nunca enviar fotos íntimas para quem você não conhece pessoalmente.

O Golpista do Tinder está disponível na Netflix.

Publicidade