Mais do que você gosta.

Publicidade

Rumor

Will Smith pode perder chance no Oscar por não se vacinar

Ator supostamente não se vacinou e pode perder chance com King Richard: Criando Campeãs

Publicado por Guilherme Coral

28/10/2021 10:40

Will Smith pode enfrentar problemas em relação ao Oscar caso rumores recentes sejam confirmados. O ator, que está sendo cotado ao prêmio da Academia pela atuação dele em King Richard: Criando Campeãs, pode ficar de fora do Oscar por, supostamente, não ter se vacinado.

Conforme o World of Reel, Smith não teria se vacinado contra a COVID-19. Um publicista alegou que essa é a razão pela qual ele não apareceu no Festival de Telluride. Ele também não compareceu ao festival de Londres.

Continua depois da publicidade

Essas ausências são curiosas, especialmente para alguém que supostamente almeje o Oscar pelo trabalho em exibição nos festivais.

Além disso, o THR recentemente lançou uma matéria falando sobre uma estrela de “alto escalão”, cuja recente produção foi encerrada em agosto por conta de casos de COVID no set. O filme Emancipation, de Will Smith no AppleTV+, foi interrompido justamente pelo aumento de casos da doença dentre a equipe.

Em todo caso, são apenas rumores. Ainda não foi confirmado se Will Smith foi, ou não, vacinado.

A história conturbada do filme com Will Smith

O filme é simplesmente baseado na história de Richard Williams. A cinebiografia deve acompanhar a infância e juventude das tenistas ao lado do pai.

Apesar da expectativa na telona, King Richard: Criando Campeãs passa também por polêmica. O astro é processado por causa do longa.

Will Smith está sendo processado, junto de sua produtora, por Richard Dove Williams Jr, pai das tenistas Serena e Venus Williams, em razão desse filme.

Richard Williams Jr. alega que Will Smith e seus sócios quebraram o contrato assinado entre eles, além de terem descumprido outros acordos. A informação é do The Blast.

A família das tenistas alega que a venda dos direitos era destinada à produção de uma minissérie e não um filme. Os direitos foram vendidos por um milhão de dólares.

Os advogados de Richard Williams pedem que os lucros do longa sejam depositados em uma conta e mantidos lá até que esse impasse seja resolvido.

King Richard: Criando Campeãs tem estreia para 2 de dezembro.

Publicidade