Pokémon Go | Oliver Stone diz, na Comic-Con 2016, que game é muito perigoso

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando o painel do filme Snowden, do qual traremos mais informações em breve, abriu para perguntas do público na Comic-Con 2016, Oliver Stone foi perguntado o que achava do game Pokémon Go como uma potencial invasão de privacidade.

O diretor, que acabou de dirigir um filme obviamente muito preocupado com a questão de privacidade digital, disse que Pokémon Go “não é motivo para risada”, e que o jogo “tem potencial para ser muito perigoso”. O diretor lembrou que empresas como o Google são tão grandes que é “impossível prever onde isso vai dar”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Zachary Quinto, membro do elenco que estava presente no painel, também comentou: “Eu era muito contra, mas ouvi muita gente dizer como isso reúne as pessoas. Acho que achar um equilíbrio é importante”.

Snowden | Confira o trailer do filme

Pokémon Go pode render US$ 1 bilhão por ano para a Nintendo. Tamanho sucesso está ainda apressando uma versão cinematográfica com atores da franquia – leia mais.

Os 15 perigos da vida real de Pokémon Go

Veja 10 notícias bizarras e impressionantes sobre o jogo

Em Pokémon Go, os jogadores assumem o papel de um treinador e precisam viajar para diversos pontos próximos de onde você mora – ou aonde está visitando – para capturar pokémons e encontrar ginásios para combates.

Nele, os jogadores poderão capturar, treinar e lutar com pokémons no mundo real através de informações de localização geográfica e da câmera dos dispositivos móveis.

Os mais engraçados memes do jogo

Ainda não há previsão para a chegada de Pokémon Go ao Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio