Pokémon Go | Ginasta olímpico gasta sem querer quase 5 mil dólares com o game no Brasil

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pokémon Go deu um baita prejuízo para o ginasta olímpico Kohei Uchimura. Segundo o USA Today, o atleta japonês gastou US$ 4,954 mil com o game, mas inadvertidamente.

Enquanto estava no campo de treinamento da Olimpíada, em São Paulo, Uchimura baixou o game mobile após ser persuadido pelos colegas de time, mas sem ter conhecimento das enormes taxas de roaming cobradas por sua operadora de celular.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Gastei 500,000 ienes [quase 5 mil dólares]”, confirmou o ginasta ao Kyodo News, balançando a cabeça e demonstrando constrangimento.

O erro honesto se tornou uma situação ainda mais estressante pelo fato de Pokémon Go ainda não estar disponível no Brasil – ou seja, Uchimura gastou tanto e nem conseguiu jogar o game direito.

No entanto, o atleta se livrou da enorme despesa após explicar a situação para sua operadora, que concordou em reduzir os custos, cobrando apenas uma taxa de 30 dólares por dia.

“Eu tive muita sorte”, acrescentou Uchimura, que é favorito a ganhar pela segunda vez consecutiva a sua categoria.

Niantic pede calma aos brasileiros e promete trazer jogo ao Brasil

Descubra por que o game ainda não foi lançado no Brasil

Os 15 perigos da vida real de Pokémon Go

Em Pokémon Go, os jogadores assumem o papel de um treinador e precisam viajar para diversos pontos próximos de onde você mora – ou aonde está visitando – para capturar pokémons e encontrar ginásios para combates.

Nele, os jogadores poderão capturar, treinar e lutar com pokémons no mundo real através de informações de localização geográfica e da câmera dos dispositivos móveis.

Os mais engraçados memes do jogo

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio