Diretor de God of War tem ideias para game de Superman

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Superman nunca teve títulos consagrados nos videogames assim como Batman conseguiu com a franquia “Arkham”, mas isso pode mudar. Diretor da aclamada série God of War, Cory Barlog tem algumas ideias para um game do super-herói e revelou que ela é bem diferente do que se pode imaginar.

Durante um evento que reuniu diversas personalidades do mundo dos jogos, o diretor contou que na sua versão de Superman o jogador controlaria um jovem Clark Kent que está se acostumando com os seus poderes enquanto passa pelas construções sociais, particularmente as na escola. Barlog descreveu como uma “ideia desagradável para a idade” que caracterizaria os jogadores que têm que fazer testes reais na escola.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele ainda deixou claro que a psicologia de Superman seria muito importante no game. “Então eu realmente voltei para uma ideia que acho que todos aqui estavam tocando. Superman foi criado numa época em que precisávamos de uma pessoa idealista e perfeita para aspirar, e é por isso que ele é tão perfeito. Tipo, literalmente, ele quase não tem falhas. E ele é extremamente difícil de trabalhar quando você está falando em um nível interativo”, explicou o diretor.

“A única falha, e eu não acho que é uma falha, é o que somos como seres humanos, é a ideia de cuidar. Eu acho que a melhor ideia para um jogo do Superman é explorar o psicológico do que seria uma pessoa que lentamente começa a perceber que não pode salvar todo mundo”, completou.

Batman vs Superman | Arte revela ideia inicial para pesadelo de Bruce Wayne

Segundo Barlog, as coisas não seriam fáceis para o herói em seu game. O jogador se depararia com inúmeros cidadãos gritando por ajuda, mas que não seria possível atender a todos os chamados, o que significa perda. E é isso que pesa para Supeman mais do que qualquer coisa.

“Você tem que descobrir uma maneira diferente, porque o objetivo final, psicologicamente, de manter algum tipo de sanidade, é tentar e salvar todo mundo. É legal, É um conceito ótimo, idealista e fantástico, mas praticamente impossível”, falou Cory Barlog.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio