Publicidade

De Titanic a O Rei Leão: 10 mortes cinematográficas que ainda não superamos

Publicado por Caio Coletti

16/03/2017 11:58

É difícil um filme nos dar tempo para respirar e sentir de fato o luto quando um de seus amados personagens morrem – afinal, cada produção tem em torno de 2 horas, e não dá para desperdiçar tanto tempo.

Game of Thrones ou The Walking Dead: Quem mata mais?

Por causa disso, ou simplesmente pela crueldade de suas mortes, nós nunca superamos os 10 personagens falecidos abaixo:

Rue (Jogos Vorazes)

Sabemos que Katniss precisou da morte de Rue para se tornar a heroína motivada que conhecemos, mas mesmo assim doeu ver a adorável e esperta tributo do Distrito 11 sucumbir bem na nossa frente.

Thomas (Meu Primeiro Amor)

Um daqueles famosos “filmes infantis que não são para crianças”, Meu Primeiro Amor quebrou o coração de toda uma geração com a morte do personagem de Macaulay Culkin.

Goose (Top Gun)

Muitos fãs de Top Gun negam a morte do melhor amigo de Maverick até hoje, mas a verdade é que não queremos aceitar que esse clássico ficou marcado pela tragédia.

Ellie (Up)

A montagem devastadora no começo de Up – Altas Aventuras nos mostrou que a Pixar não tem medo de quebrar nossos corações – e de compor uma das faixas de trilha sonora mais marcantes do século.

Han Solo (Star Wars: O Despertar da Força)

Harrison Ford queria que Han Solo morresse no final de O Retorno de Jedi – e finalmente conseguiu o que queria em O Despertar da Força, criando uma das cenas mais chocantes de 2015.

A mãe de Bambi (Bambi)

A primeira das mortes da Disney na nossa lista traumatizou audiência nos anos 40 – a mãe do personagem título de Bambi deixou crianças chocadas.

Jack (Titanic)

Essa morte é ainda mais devastadora porque, como provaram muitos estudos desde então, Jack poderia caber na porta em que Rose flutuou para a salvação.

Marley (Marley & Eu)

Você sabia que ia acontecer, mas isso não significa que você não chorou: a morte do adorável cachorro título de Marley & Eu devastou todo mundo duas vezes – no livro e no filme.

Ben (A Noite dos Mortos-Vivos)

Se você é um cara heroico nos filmes de zumbi de George A. Romero, sua recompensa é ser cremado em uma fogueira junto com os mortos-vivos – é o famoso karma do cinema de terror, que não poupa ninguém.

Mufana (O Rei Leão)

Uma das mortes mais famosas de todos os tempos, essa tragédia que abalou Simba em O Rei Leão e deu (temporariamente) a vitória ao maligno Scar não sai das nossas memórias.

Publicidade