A grande novidade da última semana no mundo do entretenimento foi a compra da Fox pela Disney, e a grande consequência dessa compra para os fãs de cinema de quadrinhos é a entrada dos X-Men e do Quarteto Fantástico no universo Marvel.

Marvel já quer escalar outro Wolverine

Embora a integração não deva acontecer até em torno de 2019 ou 2020, os ânimos já estão em alta, principalmente pela volta do Wolverine, papel em que Hugh Jackman deixou sua marca entre 2000 e 2017, quando o interpretou pela última vez em Logan.


Pensando nisso, separamos 10 atores que poderiam assumir o manto do herói nos filmes:

RICHARD ARMITAGE | Se isso é uma corrida, Armitage tomou a frente quando foi escalado para estrelar o podcast Wolverine: The Long Night, produção oficial da Marvel em que vai dar voz ao mutante. Com atuações elogiadas em O Hobbit, Hannibal e Berlin Station, ele é sem dúvida um bom candidato.

JONATHAN RHYS MEYERS | O eterno Henrique VIII de The Tudors (2007-2010) merece retornar aos holofotes com um papel que faça jus ao seu talento. Atualmente atuando em Vikings, Rhys Meyers faria um Wolverine à flor da pele e marcantemente diferente do de Jackman, uma distinção que a Marvel precisa fazer se quiser que a nova escalação cole com o público.

Taylor Kitsch

TAYLOR KITSCH | A Fox tentou emplacar o ator como o Gambit do primeiro filme solo do Wolverine, lançado lá em 2009, mas não conseguiu – talvez seja a hora de dar à Kitsch a oportunidade de brilhar no centro do palco com um papel suculento como o do mutante canadense – aliás, bônus: Kitsch, que apareceu também em True Detective e Friday Night Lights, nasceu no Canadá!

CHARLIE HUNNAM | O astro de Sons of Anarchy não foi muito bem sucedido em estabelecer carreira cinematográfica após o fim da série, em 2014. O fracasso de Rei Arthur: A Lenda da Espada, no entanto, não pode ser a pá de cal na trajetória de Hunnam, um talentoso  e visceral intérprete que se daria bem com um papel como o Wolverine. Ele seria uma escolha pouco convencional, diametralmente oposto a Jackman, mas ainda assim funcionaria.

Sleepy Hollow

TOM MISON | Esse britânnico passou quarto temporadas sofrendo com a qualidade progressivamente decadente dos roteiros de Sleepy Hollow, série da Fox que reimaginava a Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça, mas em nenhum momento deixou sua interpretação perder de vista o personagem. Esse é um talento que precisa ser explorado, e sua aparência cairia bem no Wolverine.

Luke Evans

LUKE EVANS | O favorito de muitos para o papel graças ao seu rosto marcantemente duro e masculino, que combinaria com o personagem, Evans tem filmes como Velozes & Furiosos 6, Drácula: A História Nunca Contada e A Bela e a Fera no currículo, o que significa que sua prática com grandes blockbusters é provavelmente maior do que boa parte dos outros escolhidos dessa lista. É uma escolha que sem dúvida agradaria aos fãs.

Iwan Rheon em Game of Thrones

IWAN RHEON | Entrando em território um pouco mais arriscado, o Ramsay de Game of Thrones seria uma escolha inesperada e interessante para interpretar o Wolverine. Sua energia à flor da pele e trejeitos marcantes foram criminalmente mal aproveitados em Inumanos, série recente da Marvel, e ele merece uma segunda chance de entrar no universo em um papel que o mereça. Seria um Wolverine surpreendente, o que pode não ser algo ruim.

TRAVIS FIMMEL | Esse ator australiano arrasa desde 2013 como um dos protagonistas de Vikings, da History, e merece a chance de pular para o mundo do cinema com um papel que explore seus talentos. Ele talvez seja um pouco alto demais (1,83m) para o papel, famosamente “baixinho” nas HQs, mas compensaria esse “problema” com a experiência de ter interpretado um papel violento e à flor da pele em Vikings.

MICHIEL HUISMAN | Ele mesmo, o Daario Naharis de Game of Thrones! Esse galã nada convencional, que nasceu na Holanda, provou que sabe interpretar um herói charmosamente humorado e habilidoso na série da HBO, e poderia emprestar essa mesma energia para o Wolverine, criando uma versão bem diferente da encarnada por Jackman nos filmes até hoje. Seria um risco que valeria a pena correr.

JACK O’CONNELL | Esse talentosíssimo britânico não encontrou um grande papel para catapultá-lo para o time A de Hollywood, mesmo após performances matadoras em Encarcerado (2013), Invencível (2014) e na série Godless (2017). Como Wolverine, ele traria uma dimensão psicológica mais profunda a cada momento de violência do personagem, criando uma versão única e complexa do herói.