Após meses de denúncias de assédio sexual em Hollywood, desencadeadas pelos primeiros artigos relatando vítimas do produtor Harvey Weinstein, o foco dessa história que mudou a cara da terra do cinema passou a ser outro – as reações às denúncias.

10 homens que sofreram assédio em Hollywood

Muitos homens e mulheres em Hollywood fizeram comentários considerados inapropriados ou agiram para silenciar ou contestar as mulheres que fizeram essas denúncias. Confira 10 deles:


Matt Damon

MATT DAMON | “Estamos em um momento decisivo, e isso é ótimo. Mas acredito que uma coisa que não está sendo dita é que existe um grande número de homens – a maioria daqueles com quem trabalhei – que não fazem essas coisas e cujas vidas não vão ser afetadas”, disse o ator, se referindo a homens que não fazem mais do que sua obrigação ao não assediar colegas de trabalho.

ANGELA LANSBURY | “Mulheres que fazem de tudo em busca da beleza simplesmente para parecerem mais atraentes podem sofrer consequências nefastas, e isso se tornou um tiro no pé para nós – e é assim que estamos hoje. De vez em quando, temos de assumir responsabilidade, mulheres. Pensem nisso”, opinou a grande dama da atuação, culpabilizando as vítimas.

ALEC BALDWIN | “Há muitas acusações sem prova nenhuma. É uma questão complicada de se discutir. Todo mundo quer ver as pessoas que fizeram algo errado, que machucaram as pessoas, sendo punidas e condenadas, mas estou preocupado com as pessoas que são inocentes”, contou o ator, que em outra entrevista disparou: “Eu já tratei mal e desprezei mulheres”.

IAN MCKELLEN | “Pela minha experiência, quando eu estava começando a atuar no início dos anos 60, o diretor do teatro no qual eu trabalhava me mostrava fotografias que recebia de mulheres que queriam trabalhos… A mensagem delas era que se ganhassem trabalhos poderiam fazer sexo com os diretores. Essa era uma prática comum de pessoas que hoje acham que devem ser vistas como vítimas. Loucura”, opinou o veterano ator.

MAYIM BIALIK | Um artigo da atriz de The Big Bang Theory para o The New York Times meram semanas após a publicação das primeiras denúncias contra Harvey Weinstein mostrava-a sugerindo que as mulheres “se vestissem de maneira mais modesta” e “não flertasse com os homens” se não quisessem se ver em situações de assédio.

Lindsay Lohan

LINDSAY LOHAN | Amiga de longa data de Weinstein, Lohan falou sobre o caso do produtor: “Me sinto muito mal por Harvey Weinstein nesse momento. Eu não acho que é certo o que está acontecendo com ele. Eu acho que Georgina [Chapman, esposa do produtor] precisa fazer o que é certo e ficar ao lado do seu marido. Ele nunca me machucou ou fez qualquer coisa comigo. Nós fizemos vários filmes juntos. Eu acho que todo mundo precisa parar, isso é errado”.

Kirstie Alley

KIRSTIE ALLEY | A estrela da franquia Olha Quem Está Falando causou polêmica ao culpar as vitimar por não “confrontarem” os acusados antes: “Vocês estavam com medo? Isso é uma mentira de m*rda, e machuca pessoas que realmente sofreram abuso. Vivemos em um país onde alguém perde o emprego quando é acusado de algo sem prova alguma?”.

Morrissey

MORRISSEY | “Eu não sei você, mas na minha juventude nunca passei por situações como essas descritas pelas denunciadoras. Nunca. Eu sempre estive consciente do que poderia acontecer. Se você está no quarto com alguém, precisa ter consciência do que pode ocorrer. Essas denúncias me parecem sem credibilidade. Esses homens foram atacados sem necessidade”, disse o astro da música sobre os casos Weinstein e Spacey.

Pamela Anderson

PAMELA ANDERON | “Era conhecimento comum em Hollywood que certas pessoas deveriam ser evitadas. Elas não deveriam estar em um quarto de hotel sozinhas com Harvey [Weinstein]. Quando vim para Hollywood, é claro que tive mil e uma propostas indecentes e que não faziam sentido nenhum, mas sempre usei o meu bom senso para sair de situações, ou não aceitar entrar nelas”, contou a ex-sex symbol.

A apresentadora Wendy Williams

WENDY WILLIAMS | A apresentadora foi criticada quando, ao dar a notícia de uma mulher que acusou o rapper Nelly de estupro, disse: “Minha jovem, você precisa estar consciente de onde está se metendo. Você não pode entrar em ônibus de turnê assim”. Ela mais tarde “se desculpou”, dizendo que, mesmo que a culpa fosse do rapper, ela ainda achava válido avisar jovens mulheres a “tomarem cuidado por onde andam”.