7 motivos pelos quais o filme do Venom será incrível

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Sony fez a jogada certa quando “emprestou” os direitos do Homem-Aranha para a Marvel, em um acordo complicado. O ótimo De Volta ao Lar, lançado nesse ano, foi prova disso.

Tom Hardy luta contra seu lado sombrio em fotos do set

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, é importante frisar que essa é apenas a primeira jogada de um Aranhaverso que a Sony pretende construir, com personagens relacionados ao Cabeça de Teia, entre vilões e aliados.

O primeiro filme, apropriadamente, será Venom. A estreia acontece em 4 de outubro de 2018, e aqui vão sete motivos pelos quais o filme será incrível:

Tom Hardy

TOM HARDY | O ator londrino é um dos intérpretes mais fascinantes de sua geração, o que significa que podemos esperar uma versão complexa e visceral do Venom, um personagem que sempre foi visto como raso por fãs mais puristas dos quadrinhos. É uma escolha curiosa e interessante para interpretá-lo.

A atriz Michelle Williams.

OS COADJUVANTES | Michelle Williams, Riz Ahmed, Woody Harrelson, Jenny Slate. Esses quatro formam o núcleo de coadjuvantes do filme, com Williams supostamente encarnando o interesse romântico da vez, o primeiro grande blockbuster de heróis dessa incrível atriz. Harrelson dispensa apresentações, Ahmed está em plena ascensão e é muito talentoso, e Slate deve trazer alívio cômico ao filme.

RUBEN FLEISCHER | Não queremos saber se Caça aos Gângsteres foi uma decepção: Fleischer ainda é o homem que dirigiu Zumbilândia, uma das comédias de terror mais interessantes dos últimos anos – ele é especialista em misturar gêneros diversos, o que não pode fazer nos filmes mais recentes que assinou.

MISTURA DE GÊNEROS | O que nos leva a esse item, já que um filme solo do Venom precisa encontrar um equilíbrio inédito de gêneros para um filme de super-herói. Além de ser um filme de origem para o personagem, Venom também precisa acertar as notas certas de terror e, mesmo assim, encontrar algum tipo de leveza aventuresca.

SEM HOMEM-ARANHA | Outra coisa que pode se mostrar interessante é ver o Venom desenvolvendo uma história sem a presença de seu nêmesis, o Homem-Aranha. Esse item pode ser um tiro dado pela culatra, no entanto – as pessoas se importam com o Venom sem o Homem-Aranha? O roteirista tem um desafio pela frente.

Venom

VISUAL SOMBRIO | O filme solo do Venom é a oportunidade perfeita para o cinema de super-herói explorar um visual mais gótico, alienígena e sombrio, como uma ficção científica dos anos 1980, cheia de gelo seco e tons pretos e esverdeados. Não nos decepcione, Ruben Fleischer!

NOVA ORIGEM | A origem simplista do Venom nunca agradou os puristas dos quadrinhos, o que pode significar carta branca para reformulá-la no filme e introduzir elementos que digam mais sobre o personagem de Eddie Brock e do simbionte com quem ele se conecta –afinal, “inveja” de Peter Parker não pode ser seu motivador…

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio