Os 10 momentos mais chocantes das séries em 2017

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A capacidade das séries de TV nos surpreenderem diminui conforme nos tornamos espectadores mais veteranos, que muitas vezes conseguem detectar uma reviravolta chegando a quilômetros de distância.

As 10 mortes mais dolorosas em séries de TV de 2017

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No entanto, os 10 momentos abaixo conseguiram chocar até os mais avisados entre nós. Confira os 10 maiores choques da TV em 2017:

THE GOOD PLACE – Eleanor descobre a verdade| Poucas séries conseguem se reinventar com a freqüência de The Good Place, que parece introduzir uma grande reviravolta a cada episódio. Nenhuma supera aquela no final da 1ª temporada, no entanto, quando Eleanor descobre que o “bom lugar” (ou paraíso) onde ela achava estar na verdade é o “mau lugar”, desenhado nos mínimos detalhes para torturar os humanos nele.

JANE THE VIRGIN – Michael morre | Muito tempo depois de ter sido liberado pelo baleamento que sofreu no peito, o então marido da protagonista simplesmente sofreu um ataque súbito no final de um episódio aparentemente comum. A reviravolta deu nova energia à série, e mudou a vida de Jane para sempre.

THE VAMPIRE DIARIES – Stefan se sacrifica | O irmão do “cabelo de herói” fez por merecer seu título no episódio final de The Vampire Diaries, em que se recusou a deixar Damon se sacrificar junto com Katherine Pierce para salvar Mystic Falls. No processo de sua morte, Stefan ainda deu a Damon a vida humana que ele mesmo havia lhe tirado.

THE HANDMAID’S TALE – A “Redenção” | O episódio “Late” (1×03) trouxe a desesperadora história de Ofglen, que é pega em um relacionamento lésbico e levada para “a Redenção” – não descobrimos do que se trata até o final, quando Tia Lydia deixa claro à Aia interpretada por Alexis Bledel.

BATES MOTEL – A nova cena do chuveiro | Nada de Marion Crane (aqui interpretada por Rihanna) morrendo na recriação da célebre cena do chuveiro de Psicose – nessa reimaginação em forma de série, a vítima é Sam, o marido canalha da moça por quem o jovem Norman (Freddie Highmore) está apaixonado.

KEVIN CAN WAIT – Donna está morta | A atriz Erinn Hayes não ficou nada feliz quando a emissora CBS decidiu matar sua personagem, Donna, esposa do protagonista feito por Kevin James, entre a 1ª e a 2ª temporada – tudo para dar espaço para Leah Remini, parceira de James na clássica King of Queens.

GREY’S ANATOMY – Arma nos órgãos genitais | Fãs de Grey’s Anatomy podem achar que, após tantas temporadas, já viram de tudo – mas o 14º ano da série médica mostrou que Shonda Rhimes e companhia ainda tem cartaz na manga. Uma paciente, por exemplo, resolveu esconder uma arma de fogo dentro da vagina (é sério!) para passar para seu namorado na prisão – resultado, a arma disparou e feriu outro paciente!

ORPHAN BLACK – O olho de Rachel |Tentando escapar da vigilância absoluta da Neolution, organização que maltrata mulheres como ela (literalmente) após finalmente acordar de sua “hipnose doutrinada”, Rachel toma a atitude mais drástica de todas, arrancando seu próprio olho direito com cacos de vidro.

MIDNIGHT TEXAS – O gato fala | O piloto dessa série baseada nos livros da mesma autora de True Blood foi cheio de criaturas sobrenaturais: bruxas, vampiros, fantasmas, etc. No entanto, o maior choque foi quando o gato de um dos personagens revelou que sabia falar! Não é porque funcionou para Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira, que vai funcionar para qualquer série!

Chandler Riggs em The Walking Dead.

THE WALKING DEAD – Carl é mordido | O choque do episódio final de 2017 de The Walking Dead foi grande quando o personagem de Chandler Riggs revelou ao pai, Rick, que foi mordido por um zumbi na tentative de salvar seus amigos. O personagem ainda não morreu, mas com certeza o veremos partindo dessa para melhor em breve.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio