Se os fãs ficaram furiosos com as Caça-Fantasmas femininas de 2016, imagine o que aconteceu quando alguns dos personagens de nossa lista foram anunciados… Na verdade, muitos deles passaram até despercebidos, mostrando que, no fim das contas, mudar o gênero de um personagem não é nenhum grande escândalo.

Doctor Who | Assista à primeira cena da 13ª Doutora em clipe do especial de Natal

Confira 10 personagens que trocaram de sexo em suas adaptações para a TV:


STARBUCK (Battlestar Galactica) | Na série original, Starbuck era o habilidoso piloto interpretado por Dirk Benedict, mas quando a nova versão chegou à TV comandada por Ronald D. Moore, Katee Sackhoff interpretava uma versão feminina do personagem. Embora os fãs tenham desgostado da escolha a princípio, a Starbuck de Sakchoff aos poucos se tornou uma perene favorita.

DRA. JOAN WATSON (Elementary) | Com uma história tão repetida quanto a de Sherlock Holmes, é sempre complexo buscar um elemento inédito para a sua versão – mas Elementary, série que adapta o detetive para os dias atuais, encontrou o seu em Lucy Liu, escalada para viver uma versão feminina do eterno companheiro de Holmes, o Dr. Watson. A dinâmica entre ela e Jonny Lee Miller funciona extraordinariamente bem, como os fãs podem testemunhar.

PROF. MORIARTY (Elementary) | Como se não bastasse a mudança da Dra. Watson, a série também criou uma versão feminina do maior nêmesis de Sherlock, o Prof. Moriarty. Inicialmente, a personagem de Natalie Dormer (Game of Thrones) é apresentada como Irene Adler, outro nome conhecido dos fãs, mas logo descobrimos que ela é a gênia do crime Moriarty disfarçada.

Hit da TV americana, “Revenge” ganhou versões na Colômbia e na Turquia

AMANDA CLARKE (Revenge) | A história O Conde de Monte Cristo, do lendário escritor Alexandre Dumas, já foi adaptada diversas vezes para o cinema e para a TV, mas nenhuma foi mais novelesca e curiosa do que Revenge, a série da ABC. Nela, vemos Amanda Clarke (Emily VanCamp) passando pela mesma provação de Edmond Dantès, sendo presa injustamente e retornando com um nome falso para se vingar.

Jeri Hograth, de Jessica Jones

JERI HOGARTH (Jessica Jones) | A atriz Carrie-Anne Moss foi o motivo pelo qual as roteiristas de Jessica Jones resolveram transformar o advogado Jeryn Hograth, dos quadrinhos, em uma mulher na adaptação televisiva. “Não foi algo que ocorreu a mim, que eu estava interpretando um personagem que era homem nas HQs. Acho mais interessante que eu seja a primeira mulher lésbica da Marvel”, disse a atriz.

BANDIT (The Flash) | Nos quadrinhos, a identidade secreta do vilão é Bertram Larvan, mas a série The Flash escalou Emily Kinney (The Walking Dead) para interpretar uma versão feminina do Bandit, nome real Brie Larvan. A personagem fez sucesso, aparecendo tanto em The Flash quanto em Arrow para atormentar os heróis, e ainda pode voltar no futuro, já que foi derrotada, mas posta em um coma.

REI DAS SOMBRAS (Legion) | Nos quadrinhos, o vilão é Amahl Farouk, um dos mutantes mais poderosos de todos os tempos, mas na série ele assume a identidade de Lenny (Aubrey Plaza), amiga de longa data do mutante central da série, David (Dan Stevens). Na segunda temporada, veremos que ele vai assumir novas identidades, incluindo o Farouk original, feito por Navid Negahban (Homeland).

ANGELA BURR (The Night Manager) | Olivia Colman interpretou a agente que recruta Jonathan Pine (Tom Hiddleston) para derrubar o perigoso Richard Roper (Hugh Laurie) em The Night Manager. No entanto, a personagem Angela Burr era originalmente Leonard Burr no livro de John Le Carré. “Alguns espiões são mulheres. Não poderíamos deixar de representar isso, elas são boas no que fazem”, declarou Colman.

DRA. ALANA BLOOM (Hannibal) | Quando Bryan Fuller buscou reimaginar os personagens criados por Thomas Harris na literatura e memoravelmente adaptados para o cinema, o Dr. Alan Bloom se tornou Alana, e ganhou o rosto marcante de Caroline Dhavernas. A poderosa Dra. Alana flertou com o perigo (namorando com Hannibal por um tempo) mas pouco depois achou o amor ao lado de Margot Verger.

Jodie Whittaker em Doctor Who

DOCTOR WHO (Doctor Who) | Fãs viveram por 12 reencarnações do alienígena viajante do tempo desde sua estreia na TV, em 1963 – todas elas homens brancos. Quem quebra o paradigma é Jodie Whittaker, que assumirá como a 13ª doutora, primeira mulher na sequência, em 2018.