15 séries de TV de sucesso que foram canceladas por motivos bizarros

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Algumas vezes uma série de televisão pode ser um incrível sucesso, e ainda assim, acabar sendo cancelada.

Os motivos que levam a isso são os mais variados, mas geralmente envolvem problemas nos bastidores, do tipo tão grande que não dá para reverter.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pensando nisso, trouxemos alguns casos de seriados que acabaram sendo cancelados por motivos tão esquisitos que chegam a ser bizarros e incríveis.

O Espetacular Homem-Aranha

Uma das melhores animações do herói aracnídeo foi cancelada por problemas de direitos autorais após a compra da Marvel pela Disney. Durante o processo, os direitos de produção de uma série de TV que eram da Sony foram pra Disney, só que os direitos dessa série em específica ficaram com a Sony (que não podia continuar o programa).

Megan Wants a Millionaire

No programa, a jovem Megan busca uma marido ricasso para se casar. O programa teve uma temporada inteira gravada, mas só três episódios foram exibidos. O motivo: durante a exibição do programa, um dos competidores, Ryan Jenkins, foi acusado de matar a ex-mulher. O programa então foi cancelado.

Pitchmen

A série mostrava a dupla de vendedores, Billy Mays e Anthony Sullivan, tentando vender diversas bugigangas nas televisão. O problema foi que Mays morreu inesperadamente de um ataque do coração. O programa continuou por um tempo com Sullivan, mas foi logo cancelado.

Witchblade

Embora uma explicação para o cancelamento da série em sua segunda temporada nunca tenha sido data, alguns alegam que teria sido um problema interno com a atriz Yancy Butler. A protagonista do programa sofria de alcoolismo e teria sido enviada para a reabilitação.

Battlebots

O problema da programa é que teoricamente ele devia ser um programa de comédia com robôs lutando uns com os outros, mas não foi isso que o público achou. Com o tempo o programa acabou caindo na repetição e foi cancelado.

Chapelle’s Show

A série do comediante Dave Chapelle era aclamada por crítica e público, mas Chapelle começou a se mostrar inconformado com o rumo que o programa estava tomando. Ele então pediu férias para poder se livrar no estresse que passava com o programa, mas nunca retornou das tais férias.

Jackass

O cancelamento do programa foi até simples: diferenças criativas entre os criadores do programa e a MTV, que estava censurando alguns ideias. Os criadores resolveram então abandonar a TV e seguir para o cinema, onde fizeram três filmes.

Clone High

A série mostrava clones jovens de personalidades famosas do passado. Acontece que a aparição de Ghandi no programa não foi bem vista, e após muitos protestos, o programa foi cancelado.

The Book of Daniel

Outra série cancelada “sem motivo”, quer dizer, ou quase. A série mostrada um pastor viciado em drogas, com uma esposa alcóolica e um filho gay. Além disso, ela tinha visões com Cristo. Provavelmente o programa foi considerado ofensivo por alguns, o que explicaria o fato de somente quatro episódio da série terem ido ao ar.

Paris Hilton’s New BFF

O programa que buscava uma nova amiga para Paris Hilton não teve continuações após suas duas primeiras temporadas por dois motivos: primeiro, houveram problemas de exibição em outros países fora da Europa; depois, porque Hilton achou que já tinha amigas demais.

Rich Girls

O reality show da MTV mostrava o dia a dia de duas amigas muito ricas, que adoravam comprar e abusar do álcool. O problema é que a amizade das duas terminou em frente às câmeras, graças a brigas que fizeram com que o programa nunca mais continuasse.

Hammertime

A série mostrava o dia a dia da família do rapper MC Hammer. Entretanto, quando o primo do protagonista foi preso, o programa entrou em crise e o A&E, que exibia a série, resolveu desistir de continuar exibindo o reality.

Os programas de culinária de Paula Deen

Paula Deen é uma apresentadora famosa por programas de culinária. Ela tinha três programas na Food Network, mas quando os restaurantes da apresentadora foram acusações de injúria racial, a rede de televisão resolveu finalizar qualquer contrato com Deen.

1000 Ways to Die

A série teoricamente mostrava mortes reais de pessoas durou 74 episódios. Os problemas surgiram quando um grupo de empregados da Original Productions começaram a fazer uma greve, o que trouxe problemas ao programa, que nunca mais continuou.

Clifford, O Gigante Cão Vermelho

O programa sofreu problemas após a morte do dublador John Ritter, que dava voz ao cão protagonista. Os produtores resolveram não substituir o ator e encerraram a série, se focando em um spin-off que mostrava a infancia de Clifford.

Apoio NET TV

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio