Se até A Bela e a Fera teve um personagem abertamente gay (lembre-se, Le Fou aparece dançando com um homem no final) e se tornou um dos maiores sucessos de 2017, fica a pergunta: por que a maioria das grandes franquias não tem personagens LGBT?

10 famosos gays que morreram sem se assumir publicamente

Reunimos 10 delas e investigamos:


Valquíria

MARVEL | O universo Marvel comporta cinema e TV – e, nessa última, até incluiu alguns personagens LGBT, como a advogada Jeri Hograth de Jessica Jones. No entanto, no cinema, a Marvel e a Disney já cortaram das versões finais duas cenas filmadas que confirmavam personagens lésbicas ou bissexuais, uma em Thor: Ragnarok e outra em Pantera Negra.

Liga da Justiça.

DC | Os universos cinematográfico e televisivo da DC não se cruzam como os da Marvel, de forma que o DCEU não pode nem mesmo clamar os personagens LGBT de Arrow e companhia. Assim, com cinco longas lançados até agora, o universo cinematográfico da DC continua sem sequer um personagem LGBT.

Finn e Poe em O Despertar da Força

STAR WARS | Materiais adicionais da franquia, como livros e histórias em quadrinhos, já confirmaram personagens LGBT na galáxia muito, muito distante, mas Star Wars continua sem nenhum representante gay nos cinemas. Fãs (e o próprio ator) desejam que tal representante venha a ser Poe Dameron, interpretado por Oscar Isaac – basta esperar o Episódio IX para ver.

Deadpool 2

X-MEN | Dezoito anos depois de sua estreia nos cinemas com X-Men – O Filme, a franquia dos mutantes (os heróis que mais abertamente discutem preconceito, sem dúvida, nos quadrinhos) continua sem um personagem LGBT confirmado. Deadpool é teoricamente “pansexual”, mas isso nunca é dito ou explicitado de qualquer outra forma no filme – a continuação vai introduzir o mutante Shatterstar, que é LGBT nos quadrinhos.

Jude Law é Alvo Dumbledore em Animais Fantásticos 2

HARRY POTTER | Dumbledore não conta – e não conta porque, embora J.K. Rowling tenha dito que ele é homossexual, os filmes nunca abordaram essa questão nem de passagem. Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, onde veremos um Dumbledore jovem pela primeira vez, tampouco fará isso, de forma que um Dumbledore LGBT só existe na teoria, e não na prática.

Jurassic World

JURASSIC PARK/WORLD | Caminhando para seu sexto filme de caos com dinossauros, Jurassic Park/Jurassic World encontrou bastante tempo para desenvolver tramas românticas entre seus protagonistas heterossexuais, mas nenhum para introduzir um mísero personagem LGBT. Nem os dinossauros ressuscitados acham isso realista, Spielberg e companhia!

PIRATAS DO CARIBE | Segundo Johnny Depp, “todos os seus personagens são gays”. O problema é que todos eles também se relacionam exclusivamente com mulheres – como o Jack Sparrow de Piratas do Caribe, por exemplo. Após cinco filmes de enorme sucesso, a franquia continua sem sequer um personagem LGBT.

JAMES BOND | Agora entramos no ramo do praticamente impossível, das franquias “machonas” que nunca se permitiram um personagem LGBT – por que afinal, vai mudar muito na vida deles. Apesar de Bond ter dito ao vilão Silva (Javier Bardem) que “não seria sua primeira vez” (com homens) se ele tentasse seduzi-lo, essa foi a única insinuação de homossexualidade em toda a franquia de 24 (!) filmes.

TRANSFORMERS |  A perspectiva parece quase cômica – a franquia mais querida, de longe, do público masculino heterossexual moderno, nunca teve sequer um cheiro ou insinuação de personagem LGBT em seus cinco filmes, todos dirigidos pelo notavelmente “machão” Michael Bay. Caso a saga passe mesmo por um “reboot total”, como dizem rumores, quem sabe…

Velozes e Furiosos

VELOZES E FURIOSOS | Talvez nosso item menos provável da lista, Velozes e Furiosos mesmo assim se estende por nada menos que oito filmes sem sequer um personagem LGBT na multidão de corredores, policiais e criminosos que apresentou ao público. Não espere por uma mudança nesse sentido tão cedo, tampouco.