Os cobiçados: 10 personagens de séries que tiveram que lidar com múltiplos pretendentes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O triângulo amoroso é um dos dispositivos de trama mais batidos da TV, mas mesmo assim a maioria dos roteiristas acaba incluindo pelo menos um em suas histórias.

Os rejeitados: 10 personagens de séries que amaram, mas não foram correspondidos

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Prova disso são as 10 séries que reunimos aqui, que colocaram um personagem para lidar com múltiplos pretendentes. Veja:

Lost

KATE (Lost) | Nós não culpamos Jack e Sawyer por brigar pela maravilhosa (em todos os sentidos) Kate, mas isso não muda o fato de que Lost caiu na armadilha do triângulo amoroso – inclusive, um cheio de traições, flashbacks, novos pretendentes que vem para bagunçar mais ainda a situação, etc…

ELENA (The Vampire Diaries) | Existe alguma série da CW que não tenha um triângulo amoroso? Em The Vampire Diaries, Elena é disputada com unhas e dentes (pontiagudos) pelos vampiros irmãos Stefan e Damon Salvatore. Tudo porque Elena é idêntica a uma mulher que ambos amaram no passado, chamada Katherine.

RORY & LORELAI (Gilmore Girls) | Tanto mãe quanto filha tiveram múltiplos pretendentes ao mesmo tempo na série. Lorelai teve que escolher entre Luke e Christopher. Enquanto isso, Rory teve ainda mais problemas (ou soluções, visto que são todos galãs) com suas escolhas de namorado – você é do time Dean, time Jess ou time Logan?

JOY (Hot in Cleveland) | A piada durante as seis temporadas de Hot in Cleveland foi que a britânica Joy (Jane Leeves) não se dava bem na vida amorosa – no entanto, ao final da série, ela acabou com três pretendentes de qualidade. Entre Mitch (Tim Daly), Simon (Craig Ferguson) e Bob (Dave Foley), ela escolhe esse último.

RACHEL (Friends) | Vários dos protagonistas da sitcom tiveram múltiplos pretendentes durante as 10 temporadas, mas apenas Rachel foi desejada por dois outros protagonistas. Em certo ponto no final da série, o dilema era entre ela, Ross e Joey. Muitos fãs condenam a trama que tenta juntar Rachel com Joey, mas não dá para voltar no tempo – ela aconteceu!

REBEL (Arrested Development) | A quarta temporada de Arrested Development pode ter apostado em um formato que não agradou os fãs, mas a trama continua tão bizarra quanto sempre foi. Por exemplo, é aqui que vemos Rebel, filha fictícia do diretor Ron Howard, namorando George Michael e Michael amo mesmo tempo!

MARY (Reign) | Mais uma série da CW na lista, é claro. Embora depois tenha mudado o foco para a vida da futura Rainha da Escócia em seu país, Reign começou com um triângulo amoroso entre ela, o futuro rei Francis e o seu irmão bastardo, Bash, que logo seria jogado para escanteio.

Tulipa em Preacher

TULIP (Preacher) | Ruth Negga é mesmo irresistível, e sua interpretação como Tulip é arrasadora, então não culpamos o pastor Jesse e seu amigo vampiro, Cassidy, por se apaixonarem por ela simultaneamente. A série trabalha esse triângulo já há duas temporadas, embora as afeições de Tulip sejam todas de Jesse.

JASON (The Good Place) | Embora não seja o mais brilhante dos personagens de The Good Place, Jason é engraçado, bonito e tem bom coração – logo, fica difícil não se apaixonar por ele. Foi o que Janet e Tahani descobriram ao engatarem um relacionamento com Jason em “linhas do tempo” diferentes da série.

Unbreakable Kimmy Schmidt

KIMMY (Unbreakable Kimmy Schmidt) | Como protagonista da sitcom da Netflix, Kimmy saiu de um culto onde ficava presa em um bunker subterrâneo e conquistou Nova York – e também alguns pretendentes. Mais especificamente, ela ficou dividida entre Dong Nguyen e Logan Beekman, mas acabou não ficando com nenhum deles.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio