No terror Um Lugar Silencioso, que chega nessa quinta (05) aos cinemas brasileiros, Emily Blunt é dirigida e contracena com seu marido, John Krasinski. Eles são mãe e pai de uma família que sobrevive em um mundo pós-apocalíptico ao não fazer absolutamente nenhum barulho para atrair os monstros que vagam essa paisagem desolada.

Crítica | Um Lugar Silencioso

Se você já viu o longa, fique com essas dicas de 10 filmes de monstro, clássicos e contemporâneos, para aproveitar depois:


ALIEN – O 8º PASSAGEIRO | O filme de monstro quintessencial, esse clássico de Ridley Scott gerou uma franquia que transitou com o passar das décadas por muitos gêneros –  no entanto, o original é terror puro. Sigourney Weaver encarna a icônica Tenente Ripley, que busca de todas as formas escapar de uma forma alienígena medonha dentro de sua nave espacial.

O NEVOEIRO | Antes de desastrosa adaptação para a TV, a obra de Stephen King virou filme nas hábeis mãos de Frank Darabont (Um Sonho de Liberdade). Thomas Jane é o pai de família que fica preso em um mercado quando um misterioso nevoeiro invade sua cidade – morando dentro dele, monstros sanguinários.

O CAÇADOR DE TROLL | Esse surpreendente filme norueguês mistura terror e aventura para mostrar a história de um grupo de estudantes que investiga assassinatos misteriosos em uma área florestal. Aos poucos, eles descobrem que tudo pode ser obra de um temível e colossal troll, e se juntam a um caçador para captura-lo.

O HOSPEDEIRO | Antes de criar o adorável Okja, o diretor coreano Joon-ho Bong lançou uma visão bem menos simpática de animais geneticamente modificados – O Hospedeiro é a história do que acontece com uma família quando um monstro aparece do fundo do Rio Han, em Seoul, sem nenhuma explicação. Uma mistura cativante de sátira, drama e terror.

O SEGREDO DA CABANA | Um dos filmes de terror com mais cara de cult dos últimos anos, essa produção de Drew Goddard com ajuda de Joss Whedon (Os Vingadores, Buffy) brinca com absolutamente todas as convenções do gênero para entregar um pastiche delicioso e – pasmem! – genuinamente assustador em seu final caótico.

The Babadook

O BABADOOK | Se o seu negócio é um terror mais tradicional, a escolha óbvia é O Babadook, da diretora estreante Jennifer Kent. Na história, uma mãe de luto pelo marido lê  um livro infantil para o filho, liberando uma criatura que se alimenta do medo dos dois – o faro iconoclasta da diretora cria um filme inesquecível, profundo e aterrorizante.

Q – A SERPENTE ALADA | Comparado com outros filmes dessa lista, Q – A Serpente Alada é pouco mais do que uma curiosidade kitsch, com efeitos especiais meio porcos até para 1982 e uma trama que segue todos os clichês esperados do gênero. No entanto, a luta contra a bizarra criatura asteca ainda é estranhamente envolvente, para os fãs do trash.

TUBARÃO | Outro filme simplesmente essencial para entender o gênero, Steven Spielberg “inventou” o filme de monstro (e o blockbuster) moderno com esse clássico, que mostra um tubarão atacando os insuspeitos banhistas de Amity Island. Muitos clichês do subgênero foram estabelecidos ou reforçados aqui.

O Ataque dos Vermes Malditos

O ATAQUE DOS VERMES MALDITOS | Por outro lado, se sua pedida é horror/comédia, O Ataque dos Vermes Malditos é talvez o clássico que você precisa. Lançado em 1990 e com Kevin Bancon no elenco, esse filme de Ron Underwood mostrava uma cidade cuja praga eram criaturas gigantescas que atacavam por baixo da terra.

Godzilla japones

GODZILLA | A versão americana de 2014 é uma boa pedida (por outro lado, passe muito longe da de 1998!), mas o Godzilla que indicamos para os amantes de filmes de monstros é mesmo o original de 1954, produzido no Japão. O filme é um dos mais influentes do gênero, sem dúvida nenhuma, e mostra que os americanos não dominam esse filão.