Personagens de séries de TV não deveriam saber que nós, o público, estamos assistindo suas vidas. No entanto, várias séries já usaram desculpas (ou não) para justificar momentos em que eles admitem essa consciência e, ainda mais do que isso, falam diretamente conosco!

Como foi a primeira vez de 8 personagens de séries de TV

Esse recurso é comumente conhecido como “quebrar a 4ª parede” – a expressão vem do teatro, quando um personagem falar com o público é uma quebra da ilusão sempre mantida que os cenários tem, de fato, 4 paredes. Veja 8 exemplos:


HOUSE OF CARDSO exemplo mais famoso da atualidade sem dúvida é o drama político House of Cards, da Netflix. Desde a 1ª temporada, Frank Underwood (Kevin Spacey) tem falado diretamente conosco com pílulas de “sabedoria” cínica e outros apartes – enquanto sua esposa, Claire (Robin Wright), só nos reconheceu oficialmente na 5ª temporada. Ainda bem, porque com o escândalo em torno de Spacey, Claire virará protagonista solo no 6º e último ano.

TRUSTNo entanto, outro drama atual usou o recurso da quebra da 4ª parede. No segundo episódio de Trust, conhecemos melhor o personagem Fletcher Chace, interpretado com gosto pelo sumido Brendan Fraser – ele se dirige diretamente para a câmera ao contextualizar a riqueza da família Getty, o sequestro de seu membro mais novo, e a história global que envolve tudo isso.

GALERA DO BARULHOQuem nunca invejou o personagem Zack Morris (Mark-Paul Gosselaar), que era capaz de pausar tudo o que estava acontecendo ao seu redor e se dirigir diretamente para a plateia, provendo explicações engraçadas para as situações da sitcom adolescente mais popular dos anos 1990?

UM MALUCO NO PEDAÇO | Em algumas das piadas mais famosas dessa sitcom estrelada por Will Smith, o protagonista e outros personagens reconheciam sua situação de família ficcional. Em um momento bizarro e memorável, Will se dirige ao público dizendo: “Se somos tão ricos, porque não temos um teto?”. Nesse momento, a câmera se vira para cima e vemos o teto do estúdio, cheio de holofotes.

Malcolm

MALCOLMOutra sitcom que usava a quebra da 4ª parede com frequência era Malcolm, onde a própria premissa pedia que o protagonista se dirigisse diretamente a nós de vez em quanto. Como a série seguia essencialmente o seu diário, Malcolm introduzia cada episódio falando conosco, e eventualmente ainda comentava outras cenas.

MR. ROBOTEm um tom mais sério, a série de Sam Esmail sempre colocou o protagonista Elliott (Rami Malek) falando diretamente conosco, nos endereçando como um “amigo secreto” ou parte de sua consciência. Muitos de seus fulgurantes monólogos sobre a sociedade que o cerca são falados para ninguém em particular – apenas para os nossos ouvidos.

DIÁRIO SECRETO DE UMA GAROTA DE PROGRAMA | Essa série britânica trazia Billie Piper na pele de uma garota de programa conhecida apenas como Belle, e era baseada em um popular blog de uma prostituta. Para reproduzir algumas partes das postagens, a personagem de Piper falava diretamente conosco, como uma forma de expressar o estado de espírito da protagonista.

Carrie e seu fiel Cosmopolitan em Sex and the City

SEX AND THE CITYCuriosamente, quando a série com Piper estreou, muita gente a comparou a Sex and the City – e a trama lendária da HBO também usou a quebra da quarta parede, embora apenas na 1ª temporada. Depois dela, os produtores decidiram que o recurso não servia muito á história, e passamos a acompanhar Carrie e companhia sem maiores incidentes.