Com a estreia de Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível nos cinemas brasileiros, não há melhor hora para relembrar a história do Ursinho Pooh.

Um dos personagens mais icônicos do universo infantil, a criação célebre de A.A. Milne vem encantando gerações há mais de 90 anos.

Crítica | Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível


Aqui, relembramos suas principais fases ao longo de diferentes mídias.

THE WRONG SORT OF BEES (1926)

A primeira publicação de Winnie the Pooh veio em 1926, quando Alan Alexander Milne publicou o conto “The Wrong Sort of Bees” no London Evening News, durante o Natal. Foi ali que o autor criou Pooh e Christopher Robin, inspirado pelo próprio filho e suas brincadeiras.

BRINQUEDOS DE STEPHEN SLESINGER (1930)

No início da década de 30, Stephen Slesinger comprou os direitos de Pooh de A.A. Milne, desenvolvendo uma série de brinquedos e jogos inspirados nos personagens do Bosque dos 100 Acres. As figuras ainda traziam uma forma mais “realista” em seu retrato de ursos, tigres e leitões.

A CAMISETA VERMELHA (1932)

Em 1932, a primeira versão colorida de Pooh, lançado em um livro educativo da linha Parker Brothers, traz o elemento mais icônico da figura de Pooh: a camiseta vermelha, que passou a ser figurada em todas as versões seguintes.

URSINHO PUFF E A ÁRVORE DE MEL (1966)

A Disney adiquire os direitos do Ursinho Pooh e começa seu reinado com Ursinho Puff e a Árvore de Mel. É o primeiro curta-metragem animado do personagem, que definiu um novo visual e traço que tornou-se icônico para o personagem e o Bosque dos 100 Acres. Foi o primeiro de quatro curtas lançados pelo estúdio.

AS AVENTURAS DO URSINHO PUFF (1977)

O primeiro longa-metragem de Pooh nos cinemas, lançado pela Disney como um compilado de curtas-metragens que adaptam diferentes histórias de Milne.

URSINHO PUFF E UM DIA PARA O BISONHO (1983)

Último curta-metragem produzido para os cinemas lançado pela Disney, Um Dia para Bisonho traz Pooh e seus amigos preparando uma festa de aniversário para o carrancudo burrinho da turma.

AS NOVAS AVENTURAS DO URSINHO PUFF (1988)

A Disney aposta em um seriado de animação para Pooh, sendo o mais famoso lançado pela emissora desde então. Além do traço clássico e do humor característico, As Novas Aventuras do Ursinho Puff introduziu Jim Cummings como dublador do ursinho, e permaneceu nessa função – ao longo de diferentes mídias – até hoje.

DERIVADOS NO SEGUNDO MILÊNIO

As primeiras encarnações de Pooh no século XXI se deram com derivados de seus personagens coadjuvantes. Começou com Tigrão – O Filme (2000), que narrava a história de seu companheiro tigre indo em busca de sua família, e se seguiu com Leitão – O Filme (2003), que traz o desaparecimento de Leitão como premissa da trama.

URSINHO POOH (2011)

Primeiro longa-metragem de animação lançado pela Disney nesta década, trazendo Pooh e seus amigos em uma aventura inédita para resgatar Christopher Robin de um inimigo misterioso. No Brasil, é a primeira vez que o “Puff” oficialmente mantém o original Pooh.

ADEUS, CHRISTOPHER ROBIN (2017)

O primeiro filme live action sobre o universo de Pooh aborda a vida de seu criador, A. A. Milne, vivido por Domhnall Gleeson. O drama explora a relação de Milne com seu filho, Christopher Robin, e a inspiração para criar os icônicos personagens infantis.

CHRISTOPHER ROBIN: UM REENCONTRO INESQUECÍVEL (2018)

92 anos após sua publicação original, Pooh finalmente ganha uma versão live action em Christopher Robin: Um Reencontro Inesquecível. O filme de Marc Forster, lançado pela Disney, imagina uma continuação para a história original, onde encontramos Christopher Robin adulto e desiludido, sendo persuadido por seu velho amigo a buscar um novo rumo para sua vida.