Após a 70ª cerimônia dos Emmy, maior premiação da Televisão, chegou aquela hora de pensar em quais foram os momentos mais memoráveis de toda a cerimônia.

Incluindo os melhores e piores momentos da festa, separamos uma lista com os altos e baixos da premiação. (via TVLine).

Emmy 2018 | A lista completa dos vencedores


Emmy 2018 | As maiores injustiças e surpresas da premiação

Confira:

A ALFINETADA DE RUPAUL

A abertura do Emmy não seguia muito bem, com Kenan Thompson e RuPaul em uma esquete envolvendo mordomos e telefones. O próprio RuPaul sentiu o fracasso da piada e acabou alfinetando Thompson, queixando-se “você me trouxe aqui para fazer apenas uma piada? Em uma esquete idiota?”. Momento de ouro.

MELHOR: O PAPAI GANHOU!

Henry Wilker é um veterano da comédia, e é maravilhoso ver um ator tão talentoso finalmente ganhando um merecido reconhecimento. Não só pelo trabalho maravilhoso do ator em Barry, mas também pela bonita mensagem em que Wilker diz que seus filhos podem ir à cama, algo que é mais engraçado quando consideramos que estes já são adultos agora.

MELHOR: DOBRADINHA DE AMY SHERMAN-PALLADINO

Amy Sherman-Palladino nem teve tempo de guardar seu trófeu de Melhor Roteiro em Série de Comédia, já subindo novamente aos pulos para receber o segundo trófeu da noite, por sua direção em The Marvelous Mrs. Maisel. “Isso vai ficar ótimo no meu quarto do pânico” foi uma das melhores tiradas da noite.

MELHOR: TEDDY PERKINS!

Atlanta pode ter saído da festa de mãos vazias (injustamente), mas o sinistro Teddy Perkins fez uma participação bizarra na cerimônia, quando apareceu sentado na primeira fileira da platéia. Não sabemos quem estava por trás da maquiagem, mas fica mais assustador assim.

PIOR: ESPECIALISTAS EM EMMY

Aqui é mais uma questão de potencial desperdiçado. Unir os apresentadores Colin Jost, Michael Che com Maya Rudolph e Fred Armisen, sendo os quatro veteranos do Saturday Night Live, é algo que garantiria muitas risadas. Infelizmente, foi mais um atraso e alongamento da cerimônia, sem muito humor acertado.

MELHOR: O PEDIDO DE CASAMENTO

Talvez seja o melhor momento de qualquer premiação que já vi. Não apenas Glenn Weiss ganha seu 15º Emmy, pela direção do Oscar 2018 em Melhor Programa de Variedades, mas o sujeito ainda pede sua namorada, Jan Svendsen, em casamento no meio da cerimônia, presenteando-a com o anel de sua mãe. É um momento completamente insano, e que definitivamente emocionou a todos.

MELHOR: SANDRA OH RASGA O ENVELOPE!

Uma piada que foi realmente inesperada e eficiente, com Sandra Oh e Andy Samberg saindo completamente do roteiro da cerimônia e oferecendo algo hilário e desesperador. Sandra Oh rasgou o envelope e começou a sugerir obras como La La Land para vencer o prêmio em questão. Divertidíssimo, especialmente pelo timing cômico da atriz, mais conhecida pelos dramas.

PIOR: A CAMINHADA LENTA DE WILL FERRELL

Não me levem a mal, Will Ferrell é um cara muito engraçado, e seus filmes têm muito apelo cômico. Mas a caminhada estendida do ator para apresentar a Série de Comédia vencedora foi lenta e sem graça, especialmente porque o espectador já está ansioso demais pelo resultado.

MELHOR: PARTICIPAÇÃO DO ELENCO DE QUEER EYE

Um dos momentos mais divertidos da cerimônia foi quando os protagonistas de Queer Eye, Bobby, Karamo, Tan, Antoni e Jonathan, subiram ao palco para apresentar a categoria de Melhor Ator em Série Dramática. Nada como tirar o peso de uma categoria séria com impagáveis dicas de moda para seus personagens, com destaque para as sugestões de acessórios para o Homem de Preto de Westworld.

PIOR: A ESNOBADA DE KERI RUSSELL

Já dedicamos um tópico à derrota de Keri Russell na categoria de Melhor Atriz em Série Dramática em nossa postagem exclusiva das injustiças do Emmy, mas vale reforçar: foi triste e revoltante ver Russell saindo de mãos vazias pela última temporada de The Americans, especialmente após seu colega de cena Matthew Rhys sair premiado com sua primeira vitória. Era pra ter sido uma conquista em conjunto para o casal de espiões soviéticos do FX.

Emmy 2018 | HBO e Netflix empatam em número de vitórias