10 acertos e 3 erros do episódio final de Game of Thrones

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Spoilers do final de Game of
Thrones abaixo!

Depois de 8 temporadas, Game of Thrones finalmente chegou ao fim no último domingo (19). O episódio final da série intitulado The Iron Throne está gerando muita polêmica, já que nem todos os fãs gostaram dos rumos tomados e da conclusão do arco dos personagens no épico da HBO.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O WhatCulture listou os 10 grandes acertos e os 3 grandes erros do episódio final de Game of Thrones. Vamos começar falando sobre onde a série acertou.

10 – A produção de Game of Thrones

Apesar do roteiro questionável, um valor de Game of Thrones que segue
em alta é sua qualidade de produção. A trilha sonora de Ramin Djawadi continua
impecável, os figurinos de Michelle Clapton continuam incríveis e os efeitos
especiais que dão vida a Drogon continuam explendidos.

O episódio final de Game of Thrones teve diversos momentos que foram um verdadeiro espetáculo visual, como o discurso de Daenerys com as asas de Drogon ao fundo, o momento em que Tyrion encontra os corpos de Cersei e Jaime e a cena final de Jon e Daenerys na sala do trono.

9 – A destruição do Trono de Ferro

Game of Thrones é muito inspirada em Senhor dos Anéis e George R.R.
Martin nunca escondeu isso. Se em Senhor dos Anéis temos o Um Anel, que
representa o mau e a ganância na Terra Média, em Westeros temos o Trono de
Ferro, representando a busca incessante pelo poder que leva boas pessoas, como
Daenerys Targaryen, a um caminho escuro e trágico.

Por isso, a cena em que o Trono de Ferro é destruído é uma das mais belas da série, já que ela representa visual e conceitualmente o fim de uma era de tiranos em Westeros, iniciando uma nova fase do universo Game of Thrones.

8 – Bran ‘O Quebrado’

Por muitos anos, os fãs de Game of Thrones se questionaram sobre quem se sentaria no Trono de Ferro ao final da história. Apesar da destruição do Trono de Ferro, Westeros tem um novo Rei e essa escolha surpreendeu a maioria os fãs, já que Bran Stark, que esteve fora de toda a trama política ao longo das 8 temporadas de Game of Thrones terminou a série como Rei de Westeros.

Apesar de ser uma escolha que divide opiniões, no fim das contas ela é um acerto, já que se encaixa na temática de mudança que Game of Thrones tenta propor, colocando no trono de Westeros um Rei que não quer poder e que é bem diferente de quase todos os monarcas que acompanhamos ao longo da história.

7 – O Pequeno Conselho

Com um novo Rei, temos um novo Pequeno Conselho e por sorte, alguns dos personagens mais queridos pelos fãs de Game of Thrones compõem este conselho: Tyrion serve como Mão do Rei, Davos como Mestre dos Navios, Bronn como Mestre da Moeda, Sam como o Grande Meistre e Brienne como Senhora Comandante da Guarda Real. Inclusive, a cena em que a cavaleira termina de escrever a história de Jaime Lannister no Livro Branco da Guarda Real é uma das mais tocantes do episódio. De fato seria muito interessante ver esse novo grupo de personagens governando Westeros.

6 – O fim de Daenerys

Depois de cometer um genocídio na Batalha de Porto Real, o fim de Daenerys certamente seria trágico em Game of Thrones. Depois de anos lutando pelo Trono de Ferro, a Rainha teve seu fim pelas mãos do homem que amava, Jon Snow, que em uma prova final de sua honra decidiu colocar o dever acima de seus sentimentos, matando a Rainha para salvar Westeros de um destino ainda mais sangrento. A cena conta com belas performances de Kit Harington e Emilia Clarke, o que a torna uma das mais emocionantes de Game of Thrones.

5 – A Rainha do Norte

Depois de tudo que passou, Sansa Stark finalmente teve um final digno em Game of Thrones. A personagem conseguiu conquistar a independência do Norte e foi coroada Rainha, governando Winterfell e honrando o legado de Ned, Catelyn, Robb e Jon. A cena é uma das mais satisfatórias e emocionantes da série, já que mostra o quanto a personagem cresceu, premiando uma das melhores jogadoras e líderes do jogo dos tronos.

4 – Oeste de Westeros

Assim como Sansa, Arya Stark teve um dos finais mais dignos e bonitos
em Game of Thrones. Depois de seguir um caminho de violência e vingança, a
jovem Stark finalmente encontrou paz e liberdade, decidindo usar sua força e
espírito livre para explorar um novo mundo. A personagem já havia dito na 6ª
temporada que gostaria de ver o que existe ao Oeste de Westeros e no fim das
contas esse é um dos finais mais coerentes que a personagem podia ter. Depois
de ver o que a vingança fez com aqueles que ela amava, Arya escolheu a vida,
dessa vez levando com ela todo o legado da Casa Stark.

3 – O verdadeiro Norte

Jon Snow é Aegon Targaryen, herdeiro do Trono de Ferro, mas mais do que
isso , no fundo ele sempre foi um Stark e um Nortenho. O Norte é a casa dele,
onde ele sempre se sentiu bem e é o lugar do qual ele nunca deveria ter saído.
No episódio final de Game of Thrones, Jon Snow também tem um fim perfeito, se
juntando aos Selvagens e ao seu lobo Fantasma no Norte da Muralha, partindo em
um eterno exílio. Depois de tudo que sofreu, esse é o final perfeito para Jon
Snow, que encontra paz no lugar em que ele pertence, com as pessoas que
pertence, sem a cobrança dos jogos políticos e responsabilidades.

2 – Cenas emocionantes

Todos sabiam que Game of Thrones não teria final feliz e isso ficou
claro no último episódio. Mesmo assim, a série conseguiu acertar nas cenas que
demandavam um impacto emocional no espectador. A cena em que Tyrion descobre os
corpos de seus irmãos, a cena em que Jon mata Daenerys e o adeus final dos
Starks, todos esses momentos foram extremamente emocionantes e contaram com uma
bela performance dos atores.

1 – Um final coerente

Depois de tantas temporadas, ficou claro que Game of Thrones é uma
história sobre os Stark, portanto terminar a série mostrando o destino deles
foi a escolha correta. A cena final mostra uma linda montagem de Jon, Arya e
Sansa partindo em seus novos destinos, o que é coerente e bonito, mostrando que
depois de tudo que passaram esses personagens estão mais maduros e fortes,
preparados para o que vem a seguir.

Agora vamos aos momentos em que Game of Thrones falhou neste episódio
final…

3 – Crônicas de Gelo e Fogo

Por muitos anos, os fãs de Game of Thrones especularam que a série
terminaria com Samwell Tarly escrevendo as Crônicas de Gelo e Fogo dentro da série,
como uma referência ao título dos livros de George R.R. Martin. A série não fez
exatamente isso, mas fez algo parecido, já que Sam deu esse título para o livro
escrito pelo Archmeistre Ebrose, que conta a história de todas as guerras de
Westeros depois do Rei Robert. Sim, a homenagem para os livros de Martin é
interessante, mas a cena em si é bem constrangedora e boba.

2 – Alguns personagens não tiveram destaque

Esse defeito já vem acompanhando Game of Thrones há muito tempo e no final era natural que isso se repetisse. Personagens importantes como Davos, Gendry e Yara pouco fizeram no episódio, assim como Robin Arryn que reapareceu depois de anos e mesmo assim não fez absolutamente nada. É claro que isso é justificável, a série simplesmente não tinha tempo o suficiente para dar destaque para esses personagens, assim como não teve tempo para desenvolver mais as consequências da morte de Daenerys pelas mãos de Jon Snow, por exemplo. Uma pena.

1 – Acontecimentos rápidos demais

Desde a 7ª temporada, Game of Thrones tem acelerado o ritmo por conta da quantidade reduzida de episódios, o que acaba se tornando um problema para o roteiro da série, que passa muito rápido por acontecimentos importantes e torna a história um pouco simplista as vezes. Esse último episódio não fugiu disso e muitas cenas poderiam ser mais longas e mais detalhadas, como a que Jon mata Daenerys por exemplo. Além disso, seria interessante se o episódio tivesse mais cenas para desenvolver melhor as decisões e escolhas dos personagens. No fim das contas, Game of Thrones ficou prejudicada pela pressa em terminar sua história.

Todas as temporadas de Game of Thrones estão disponíveis no HBO Go.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio