8 coisas que Supernatural quer que os fãs esqueçam

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com 14 temporadas e mais de 300 episódios, Supernatural conseguiu uma base de fãs poderosa, e mudou completamente o gênero da fantasia na TV americana.

Os personagens e os enredos da série amadureceram muito desde a primeira temporada. Porém, nos primeiros anos de Supernatural, muitas coisas bizarras (no mau sentido) aconteceram.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O site TV Guide elencou os piores momentos de vergonha alheia em Supernatural, cenas e episódios que fãs e até mesmo os atores gostariam de esquecer. Muitos deles pareciam normais na época, mas 10 anos depois, ganham outro sentido.

Confira abaixo!

“Insetos”

Esse episódio da primeira temporada de Supernatural peca em basicamente todos os aspectos. Para começar, o caso da semana utiliza o clichê da “maldição indígena”, visto até como racista por muitos críticos. Além disso, os efeitos visuais são péssimos e até mesmo o áudio é um pouco estranho.

Supernatural – The Anime

Em uma época completamente diferente, parecia uma boa estrategia transformar Supernatural em um anime. Jared Padalecki e Jensen Ackles chegaram até a dublar alguns episódios da série animada, que condensou a primeira e a segunda temporada da série em um resultado bizarro.

Bloodlines

Bloodlines foi a primeira tentativa de Supernatural ganhar um derivado. O episódio de Supernatural que deveria servir como piloto do derivado foi confuso e decepcionante. A história era complicada demais e contava com 6 protagonistas. É quase impossível estabelecer uma série com tantos personagens importantes em apenas um episódio.

Becky e Sam

No estranho “Time for a Wedding”, da sétima temporada, Becky dopa e amarra Sam em uma cama, utilizando lavagem cerebral para convencer o Winchester que ela era sua alma gêmea. Após os abusos que Sam havia sofrido na gaiola de Lucifer, o episódio acaba sendo mais desconfortável que divertido.

A filha de Dean

No episódio “The Slice Girls”, o enredo é um dos mais bizarros em todas as temporadas de Supernatural. Dean se torna “pai” de uma amazona, e Sam é obrigado a matar sua sobrinha.

Rota 666

Na primeira temporada de Supernatural, a série tentou trazer horrores da vida real para o mundo sobrenatural. O resultado foi o fiasco “Rota 666”, que traz um caminhão assassino e reflexões bem óbvias sobre racismo.

O Wi-Fi assombrado

O episódio “Halt and Catch Fire” foi criado para ser uma homenagem à franquia premonição. Porém, a introdução de um wi-fi assombrado foi considerada ridícula até mesmo para Supernatural.

Crepúsculo

Supernatural resolveu fazer uma sátira à saga Crepúsculo em um episódio da quinta temporada. Ao invés de zoar os filmes de maneira inteligente, a série aposta em clichês e exageros para arrancar risadas do público.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio