Em Dragon Ball, Goku salvou a Terra da destruição dezenas de vezes, o que o torna um dos maiores heróis dos animes. Mesmo assim, apesar de seu bom coração Goku não é perfeito e também comete graves erros, seja por conta da sua falta de inteligência ou por conta de sua indomável natureza Sayajin.

Para mais informações sobre séries, acesse o Observatório de Séries.

O CBR listou os 10 maiores erros de Goku ao longo de Dragon Ball. Confira abaixo.


10 – Ele apresenta um comportamento inadequado

Durante sua infância em Dragon Ball, Goku sempre viveu longe do resto da civilização, o que fez com que ele não adquirisse um certo conhecimento geral sobre coisas do cotidiano, como diferenças de gênero e o conceito de vergonha. Isso faz com que o personagem tenha diversos comportamentos inadequados ao longo do anime, como, por exemplo, a vez em que ele tira a calcinha de Bulma enquanto ela dormia. Estranho né?

9 – Ele abandona sua família para treinar

Ser um pai é algo que requer sacrifício mas infelizmente parece que Goku não está muito interessado nisso em Dragon Ball. Ele não é o pior pai do mundo, mas fica evidente que treinar e lutar são as suas prioridades, já que ele não costuma trabalhar muito e sempre deixa para Chichi a tarefa de educar Gohan e Goten. Mesmo quando ele trabalha como fazendeiro, ele só faz isso para acalmar Chichi e ir treinar na hora que quiser.

8 – Goku tenta vender a Bulma para o Velho Kaiohshin

Depois que o Kid Boo destrói a Terra no final de Dragon Ball Z, Goku e seus aliados decidem usar as Esferas do Dragão de Namekusei para reparar o dano. Porém, o Velho Kaiohshin protesta contra o ato, o que faz com que Goku negocie Bulma com ele, oferecendo um beijo dela em troca das Esferas do Dragão, o que irrita Vegeta profundamente. Nem precisamos dizer o quão errado Goku foi nessa situação, não é mesmo?

7 – Ele deixa Bills atacar seus amigos

Depois de sua primeira derrota nas mãos de Bills, Goku vai treinar com o Senhor Kaio, o que faz com que Bill vá à busca do Super Sayajin Deus na Terra. Isso leva Bills até a festa de aniversário de Bulma, em que ele começa a lutar e derrotar cada um dos Guerreiros Z, até que Goku chega e salva o dia. O problema disso é que Goku revela ao final da luta que estava observando tudo e esperando o momento certo de agir, ou seja, ele estava tranquilo assistindo Bills bater (e quase matar) todos os seus amigos e família. Essa foi uma atitude bem questionável do grande herói de Dragon Ball.

6 – Ele salva o Mr.Satan ao invés de seus próprios filhos

Quando o Kid Boo ameaça destruir o planeta em Dragon Ball Z, Goku se vê obrigado a escolher entre salvar o Mr.Satan ou os seus próprios filhos, já que não daria tempo de salvar todo mundo. Surpreendentemente, Goku salva o Mr.Satan ao invés de seus próprios filhos, agindo de uma maneira que choca até Vegeta. No final da luta, Mr. Satan de fato se mostra importante, mas mesmo assim essa é uma decisão questionável do Sayajin.

5 – Goku explode o Senhor Kaio

Usando o Teletransporte, Goku se sacrifica para levar o Cell (prester a explodir) para um local seguro. Apesar de suas intenções nobres, o único lugar que Goku pensa na hora de levar Cell é o planeta do Senhor Kaio, o que faz com que o Goku sacrifique também o seu mentor, que nada tinha a ver com a batalha contra Cell. Depois disso, Goku ainda passa a viver com o Senhor Kaio, exigindo que ele treine ele constantemente durante a saga Boo em Dragon Ball.

4 – Ele ajuda a reviver o Majin Boo

Quando Vegeta fica sob o controle do Babidi para enfrentar Goku, o protagonista poderia ter agido de maneira racional, evitando o conflito com Vegeta e agindo para impedir a ressureição de Majin Boo, que foi um resultado da longa batalha entre Goku e Vegeta. Ao invés disso, Goku cai na provocação de Vegeta e o enfrenta de igual pra igual. Se Goku tivesse se transformado em Super Sayajin 3 e tivesse derrotado Vegeta rapidamente, o retorno de Majin Boo não teria ocorrido e muitas vidas seriam salvas em Dragon Ball.

3 – Ele deixa Gohan lutar contra Cell

Um dos piores atos de Goku em Dragon Ball foi obrigar Gohan a lutar contra Cell. Mesmo sabendo da natureza gentil de seu filho, Goku o obriga a enfrentar o vilão de igual pra igual, o que faz com que o garoto apanhe de Cell de maneira covarde, experimentando uma das experiências mais traumáticas de sua vida. Sim, no fim das contas é Gohan que vence Cell de uma vez por todas, mas mesmo assim o jeito que Goku usou seu próprio filho foi bem cruel.

2 – Goku deixa Freeza continuar com suas maldades

Quando Goku recruta Freeza para participar do Torneio do Poder, o vilão só aceita com a condição de que Goku ressuscite ele. No fim do torneio, Goku ressuscita Freeza e deixa ele ir embora livremente, mesmo sabendo que ele vai continuar fazendo as maldades que sempre fez, ou seja, destruindo planetas e exterminando pessoas inocentes. Em Dragon Ball Super: Broly, essa suspeita é confirmada e Freeza realmente voltou a espalhar sua crueldade pela galáxia.

1 – Ele é responsável pelo Torneio do Poder

Quando Goku sugere que Zeno faça um torneio que envolve os melhores lutadores de todos os 12 universos, tudo o que ele pensou foi em uma maneira de testar seus poderes. No fim das contas, essa foi a atitude mais irresponsável de Goku em Dragon Ball, já que durante o torneio é estabelecida uma regra que diz que se todos os guerreiros de um universo são derrotados, o universo ao qual eles pertencem é totalmente apagado, o que faz com que ao final do torneio 11 universos inteiros sejam destruídos. Sim, eles são revividos ao final dessa saga, mas isso não apaga a crueldade e o egoísmo de Goku, que está longe de ser um herói perfeito.