Quem foi o maior vilão de Game of Thrones?

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao longo de suas 8 temporadas, Game of Thrones nos ofereceu personagens de todas as laias: bons, honráveis, detestáveis e alguns simplesmente repugnantes.

Com a série chegando ao fim neste domingo (19), vamos recapitular e tentar escolher quem foi o melhor vilão da série, em um ranking do pior para o melhor – ou “menos maléfico” para “mal encarnado”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira abaixo.

10. Euron Greyjoy

Um dos aspectos que certamente enfraquecem as duas últimas temporadas de Game of Thrones é a ausência de um vilão forte. Por mais que Pilou Asbæk seja um ator carismático, Euron Greyjoy é um personagem sem ameaça ou impacto, e que parece mais um “intruso” no rumo geral da história. Mas ele matou um dragão…

9. Gregor Clegane, o Montanha

No que diz respeito a força bruta, poucos nos Sete Reinos seriam capazes de enfrentar o Montanha. Morto e ressuscitado, Sor Gregor Clegane se transformou em uma figura assustadora a imponente, seguindo as ordens de Cersei Lannister. Nunca o perdoaremos pelo brutal assassinato de Oberyn Martell no Julgamento por Combate.

8. Walder Frey

O homem que executou o Casamento Vermelho. Um ser completamente detestável, Walder Frey mantém sua linhagem ativa ao se relacionar com suas próprias filhas, e traiu os Stark ao fazer uma aliança com os Lannister. Teve um fim absolutamente merecido, pelas mãos de Arya Stark.

7. O Alto Pardal

Representando o perigo da doutrinação religiosa, o Alto Pardal se revela como um dos poucos pontos positivos da quinta temporada da série. É um homem que nunca precisou levantar a voz ou perder sua paciência, e que nunca disfarçou sua humildade – andando descalço e com trajes sujas por toda sua participação na série – e que foi um dos poucos capazes de afetar Cersei, tudo pelo poder sua palavra e manipulação. Um inimigo poderoso.

6. Mindinho

O homem que praticamente causou a Guerra dos Cinco Reis sozinho. Manipulador e inteligente, Mindinho travou uma guerra nos bastidores do poder, principalmente com Varys, Ainda que já tenha sido “bom” diversas vezes, sempre foi para interesses pessoais, e tornam sua figura extremamente não confiável.

5. O Rei da Noite

Desde que foi introduzido, o Rei da Noite sempre foi uma figura icônica. Praticamente um demônio formado de gelo, capaz de ser ameaçador sem abrir a boca ou mudar de expressão, e que certamente mostrou seu poder de formas imaginativas. Só não fica mais alto na lista por ter tido um final tão anticlimático, e fácil de ser derrotado.

4. Cersei Lannister

Ao passo em que jogadores e políticos foram caindo, Cersei Lannister foi ficando mais forte. Sempre uma figura manipuladora, Cersei ajudou a orquestrar diversos eventos catastróficos nas primeiras temporadas, mas sempre em prol de sua família. Quando é pressionada e perde tudo, vemos o lado mais calculista e radical da destemida Rainha, que garante o papel da vida de Lena Headey.

3. Tywin Lannister

Ah, como Game of Thrones empobreceu sem Tywin Lannister. É difícil taxá-lo simplesmente como vilão, mas no esquema das coisas ele é certamente um antagonista. É um dos homens mais inteligentes e estrategistas de Porto Real, mas cujas crenças o levaram a tomar decisões contra sua família, incluindo sentenciar seu próprio filho à morte. Um personagem complexo e fascinante, e cuja saída da série a prejudicou para sempre.

2. Ramsay Bolton

Com a morte de Joffrey, o manto de próximo grande vilão foi passado para Ramsay Bolton. Um personagem que aparecia ocasionalmente nos bastidores, Ramsay foi ganhando mais poder até assumir Winterfell, violentar Sansa Stark e matar Rickon Stark. E pior, Ramsay nunca escondeu seu sadismo e felicidade ao cometer todos esses atos, rindo até mesmo na morte. Um grande vilão. 

1. Joffrey Baratheon

Não tem jeito. Muitos personagens entraram e saíram, muita gente de más intenções e propostas duvidosas, mas nenhum foi tão detestável e repulsivo quanto Joffrey Baratheon. Não havia lógica em suas ações, apenas sadismo e brincadeiras com o poder que literalmente vêm de uma criança mimada. Jack Gleeson fez um trabalho fantástico ao fazer de Joffrey uma figura odiosa, e eternamente memorável.

O episódio final de Game of Thrones vai ao ar nesse domingo (19) pela HBO.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio