Já estamos chegando na metade do ano, e 2019 já tem alguns bons lançamentos que certamente serão lembrados em listas de finais de ano. Enquanto a hora não chega, resolvemos adiantar alguns títulos.

Trazemos aqui nossos 10 filmes preferidos lançados no primeiro semestre de 2019. A lista inclui apenas os filmes originais de 2019, invalidando os filmes de 2018 que acabaram chegando no Brasil no começo do ano – como A Favorita, Creed 2 e Homem-Aranha no Aranhaverso.

Confira abaixo, sem ordem de preferência.


Vidro

O novo filme de M. Night Shyamalan teve uma recepção mista nos EUA, mas não para nós. A aguardada continuação que combina os universos de Corpo Fechado e Fragmentado é um ensaio sobre o próprio gênero de super-heróis, contando com uma ótima direção, elenco e execução geral. E que trilha sonora!

Vingadores: Ultimato

Os fãs investiram 11 anos para que a Marvel entregasse um grande desfecho com Vingadores: Ultimato. É um filme épico, divertido e imprevisível, contando com alguns dos melhores momentos que o gênero já viu. 

Shazam!

Enquanto Ultimato foi o grande épico, a DC voltou os olhos para a escala menor e mais intimista com Shazam! O longa de David F. Sandberg abraça o espírito matinê e garante uma experiência calorosa e adorável, especialmente pelo elenco liderado pelo carismático Zachary Levi.

O Menino que Queria ser Rei

Assim como Shazam!, essa releitura do mito do Rei Arthur aposta na visão infantil para uma história épica. Após o ótimo Ataque ao Prédio, Joe Cornish enfim retorna com essa aventura dinâmica, com toques brilhantes de direção e uma forma inteligente de recontar uma história tão batida. Pra deixar Joseph Campbell orgulhoso.

John Wick 3: Parabellum

Para amantes do cinema de ação, o terceiro capítulo de John Wick será irretocável. Chad Stahelski e Keanu Reeves aumentam a escala e a intensidade com Parabellum, seja em lutas com facas, cachorros e até livros. Pode ser o mais fraco em termos de roteiro, mas a pancadaria dispensa comentários de tão impressionante.

Nós

Após estrear como diretor no ótimo Corra!, Jordan Peele continua se mostrando um talentoso cineasta do terror. Nós aposta em um conceito fascinante, e rende performances brilhantes de Lupita Nyong’o e Elisabeth Moss, além de trazer uma direção precisa que brinca com o suspense e até mesmo o humor.

A Mula

Estava difícil defender Clint Eastwood após o pavoroso 15h17 – Trem Para Paris, mas o lendário cineasta se redime com um de seus trabalhos mais dinâmicos em anos. A Mula coloca Eastwood à frente e atrás das câmeras para uma empolgante e inusitada história de tráfico de drogas, que vale cada segundo.

Vingança a Sangue-Frio

Polêmicas envolvendo o astro à parte, Vingança a Sangue-Frio talvez seja o melhor filme da fase de ação de Liam Neeson. Não é exatamente um filme explosivo, mas traz uma trama surpreendentemente elaborada e povoada por personagens carismáticos, jogados em uma comédia de erros no melhor estilo Joel e Ethan Coen. Uma grata surpresa.

Gloria Bell

Mais um remake na lista, com Julianne Moore brilhando na versão americana de Gloria Bell. É uma comédia romântica leve e original, sendo executada com uma direção precisa, um roteiro divertido e uma trilha sonora contagiante. Pode ter passado despercebido, mas não deve ser perdido em hipótese alguma.

Alita: Anjo de Combate

Tinha tudo para ser um grande fracasso, mas Alita: Anjo de Combate se mostrou como uma grata surpresa. A improvável colaboração entre James Cameron e Robert Rodriguez resultou em um dos filmes mais impressionantes do ponto de vista técnico do ano, garantindo um espetáculo de grandes efeitos visuais e uma performance central absolutamente radiante de Rosa Salazar.