Vingadores: Ultimato é o fim de uma era para o MCU, encerrando a história de personagens clássicos como Tony Stark, Steve Rogers e Natasha Romanoff. Mesmo dando um fechamento para o passado, Vingadores: Ultimato também deixa plantadas algumas sementes do futuro do MCU, dando indícios do que poderia vir em um possível Vingadores 5.

O ScreenRant listou algumas possibilidades do futuro da Marvel pós-Vingadores: Ultimato e nós separamos as 10 mais importantes. Confira abaixo.

10. Os sucessores

Vingadores: Ultimato encerrou a história de diversos heróis clássicos da Marvel. Steve Rogers/Capitão América, Clint Barton/Gavião Arqueiro, Tony Stark/Homem de Ferro e Natasha Romanoff/Viúva Negra estão ou aposentados ou mortos, estando, portanto, fora do MCU de maneira efetiva.


Porém, isso não significa que esses heróis não deixaram um legado. Steve Rogers escolheu Sam Wilson como o novo Capitão América; Harley Keener, o garoto de Homem de Ferro 3, já tem idade para ser o Homem de Ferro e Lila Barton, a filha de Clint, parece ter puxado o talento do pai com o arco e flecha. No fim das contas, Vingadores: Ultimato abriu as portas para um novo time de heróis que pode se formar em um possível Vingadores 5.

9. Aventuras cósmicas

Os quatro filmes dos Vingadores lançados até o presente momento se passam majoritariamente na Terra, mas isso deve mudar a partir de agora. Em Vingadores: Ultimato, a Capitã Marvel deixa claro que sua missão como heroína vai muito além de proteger a Terra, já que ela se dedica em ajudar outros planetas pela galáxia. Com a introdução do multiverso e de viagens no tempo, é bem provável que Vingadores 5 envolva aventuras muito mais grandiosas que os seus antecessores, levando os heróis para planetas, realidades e universos diferentes dos que conhecemos.

8. Wakanda e suas tecnologias

Com  a morte de Tony Stark em Vingadores: Ultimato, os heróis não só perderam seu líder, mas perderam também seu chefe operacional, já que as Indústrias Stark ofereciam um auxílio importante de tecnologia para os Vingadores. Porém, nem tudo está perdido e os Vingadores possuem a substituta perfeita para Tony Stark. Shuri, a irmã do Pantera Negra é uma cientista genial, sendo responsável pela construção do traje do irmão e de outras centenas de coisas em seu laboratório localizado em Wakanda. Portanto, a tendência é que a partir de agora os Vingadores passem a recorrer à Wakanda e Shuri sempre que um auxílio tecnológico for necessário.

7. A-Force

Um dos aspectos mais celebrados pelos fãs de Vingadores: Ultimato é o protagonismo feminino. Depois de anos dando destaque apenas para a Viúva Negra, o MCU resolveu introduzir novas heroínas poderosas como a Feiticeira Escarlate e a Capitã Marvel. Também é em Vingadores: Ultimato que temos a cena onde todas as heroínas do filme se juntam no campo de batalha para enfrentar Thanos, cena essa que foi uma das mais celebradas pelos fãs. Se a Marvel tem a intenção de dar destaque para suas heroínas no futuro, nada melhor do que fazer um filme sobre a A-Force.

A A-Force é um grupo de heroínas criado em 2015 nos quadrinhos da Marvel. Uma nova formação desse grupo poderia ser vista nos cinemas, já que heroínas como a Vespa, Capitã Marvel, Feiticeira Escarlate, Okoye e Valquíria seguem vivas e na ativa.

6. O futuro de Thor

Thor sempre foi um personagem diferente dentro do MCU. Em seus primeiros filmes solo, Thor era tratado com um mais tom sério (e até entediante para alguns), mas depois de Thor: Ragnarok tudo mudou e o personagem passou a ser retratado com um tom mais cômico. Ao final de Vingadores: Ultimato, Thor se junta aos Guardiões da Galáxia, o que parece ser o destino perfeito para ele a partir de agora, já que sua personalidade está mais voltada para o humor. Com o futuro de Thor ligado aos Guardiões da Galáxia, o caminho está aberto para Valquíria assumir o lugar do Deus do Trovão nos Vingadores, já que ela agora é a Rainha de Nova Asgard.

5. Namor

Indícios de uma aparição do Namor no MCU existem desde Homem de Ferro 2, quando Atlantis aparece no famoso mapa de Nick Fury que localizava possíveis Vingadores. Agora, em Vingadores: Ultimato, Okoye menciona um terremoto no fundo do oceano na costa de Wakanda, o que indica que Namor deve mesmo nos próximos filmes da Marvel. O Rei de Atlantis é um dos grandes rivais do Pantera Negra nos quadrinhos, então é provável que ele apareça em Pantera Negra 2, mas seria interessante vê-lo como vilão em um filme dos Vingadores.

4. Os X-Men

Com a compra da Fox por parte da Disney, os personagens de X-Men estão livres para aparecer no MCU. O chefe da Marvel, Kevin Feige, já disse que isso não deve acontecer tão facilmente, mas de qualquer forma os X-Men tem que entrar no MCU de alguma forma e Vingadores: Ultimato parece ter apresentado a solução. Com a introdução do conceito de viagens no tempo e a criação do multiverso da Marvel, é bem possível que os X-Men sejam introduzidos como heróis do futuro ou de outra realidade, o que explicaria de maneira coerente a ausência deles em todos os eventos do MCU até agora.

3. Mortes definitivas

Uma coisa que diferencia o MCU das outras franquias de super-herói é o peso das mortes dos personagens. Vingadores: Ultimato deixou claro que algumas mortes são definitivas e vão ter consequências importantes para o futuro da Marvel. Visão e Heimdall parecem estar mortos para sempre, o que significa que Tony Stark e Natasha Romanoff também não devem voltar, o que indica que o próximo filme do Vingadores não deve mesmo contar com heróis que morreram em filmes anteriores.

2. Diversidade

Vingadores: Ultimato é um filme que com heróis bem diversos, o que indica que isso deve se tornar uma tendência na Marvel. O sucesso de Capitã Marvel e Pantera Negra deu um sinal verde para a indústria, mostrando que filmes que fogem do padrão “homem branco” podem fazer sucesso em Hollywood. Com o filme de Shang-Chi, o primeiro herói asiático do MCU, confirmado, a tendência é que o próximo time de Vingadores tenha a presença de heróis bem mais diversos.

1. Retorno ao passado

Apesar de abrir um caminho para o futuro, Vingadores: Ultimato também mostra que histórias do passado podem ser uma possibilidade interessante para o MCU. O filme solo da Capitã Marvel, ambientado nos anos 90, recebeu muitos elogios da crítica e do público, o que abre margem para que a Marvel explore outras linhas temporais e outros momentos da história de seus personagens, como deve acontecer no filme da Viúva Negra, que pode ser lançado já em 2020. O certo é que Vingadores: Ultimato abriu espaço para a Marvel explorar o presente, o passado e o futuro de uma maneira nunca antes vista no cinema.

Vingadores: Ultimato segue em exibição nos cinemas.

Próximo filme da Marvel, Homem-Aranha: Longe de Casa estreia no dia 4 de julho no Brasil.